Acompanhe:

Esta biblioteca é o maior sonho dos leitores - ou o pior pesadelo

Um átrio amplo, branco e bem iluminado, com estantes que vão do chão até o teto. Parece um paraíso, mas só tem um problema...

Modo escuro

Continua após a publicidade
Biblioteca Tianjin Binhai: o prédio é de tirar o fôlego (Ossip/Divulgação)

Biblioteca Tianjin Binhai: o prédio é de tirar o fôlego (Ossip/Divulgação)

L
Luísa Granato

Publicado em 25 de novembro de 2017 às, 07h31.

Última atualização em 25 de novembro de 2017 às, 07h31.

São Paulo - Quando o escritor Jorge Luis Borges disse que sempre imaginou o paraíso como algum tipo de biblioteca, talvez ele tenha imaginado algo como a biblioteca de Tianjin, na China.

À primeira vista, o prédio é de tirar o fôlego. Um átrio amplo, branco e bem iluminado com uma enorme esfera no centro rodeada por estantes que se espalham pela circunferência do espaço, do chão até o teto. Realmente parece um paraíso.

Biblioteca Tianjin Binhai, da empresa de arquitetura MVRDV

Biblioteca Tianjin Binhai, da empresa de arquitetura MVRDV (Ossip/Divulgação)

No entanto, a biblioteca dos sonhos de todo o amante de livros tem um problema: não tem livros. Quando olhamos mais de perto, as extensas estantes são adornadas apenas com imagens de livros.

Com área de 33,7 mil m² e capacidade para cerca de 1,2 milhão de livros, a biblioteca de Tianjin foi inaugurada em outubro com um acervo de apenas 200.000 exemplares. Para a abertura do prédio, parte do acervo ficou em exposição espalhado pelas estantes.

Segundo a empresa de arquitetura responsável pelo projeto, a MVRDV, a ideia original teve que ser alterado para que a obra fosse finalizada no prazo de três anos e as estantes superiores ficaram impossíveis de acessar.

Biblioteca Tianjin Binhai, da empresa de arquitetura MVRDV

Biblioteca Tianjin Binhai, da empresa de arquitetura MVRDV (Ossip/Divulgação)

Mas a biblioteca tem outras salas com estantes normais, onde é possível acessar todo o acervo. Segundo o vice-diretor da Tianjin Binhai, Liu Xiufeng para o site Mashable, autoridades não permitiram colocar livros no saguão principal, que será utilizado para socialização e leitura.

O prédio ainda conta com dois pátios no telhado, salas de leitura, de áudio e de informática, escritórios, espaços para reuniões e auditórios. Mesmo sem sua principal atração, a biblioteca tem recebido mais de 15 mil visitantes toda semana.

Últimas Notícias

Ver mais
Restaurante mais alto do mundo e piscina mais profunda: conheça alguns recordes de Dubai
Casual

Restaurante mais alto do mundo e piscina mais profunda: conheça alguns recordes de Dubai

Há 8 horas

Preço do ouro dispara e bate novo recorde na China; entenda
seloMercados

Preço do ouro dispara e bate novo recorde na China; entenda

Há 11 horas

EUA 'não aceitará' produtos chineses vendidos abaixo do custo, diz Yellen
Mundo

EUA 'não aceitará' produtos chineses vendidos abaixo do custo, diz Yellen

Há 14 horas

Aeroporto chinês de Hangzhou abre rota de carga para Miami
Mundo

Aeroporto chinês de Hangzhou abre rota de carga para Miami

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais