Depois de aposta em cafeína, PepsiCo lança bebida para relaxar

Chamado de “Driftwell”, o produto foi desenvolvido para aliviar a ansiedade e a inquietação
 (Divulgação/Divulgação)
(Divulgação/Divulgação)
B
Brett Pulley, da BloombergPublicado em 15/09/2020 às 09:45.

A fabricante da Mountain Dew e de outros refrigerantes com cafeína agora quer vender uma bebida relaxante e que ajuda a dormir.

Quando mais consumidores evitam bebidas açucaradas, a PepsiCo vai começar a vender uma bebida com L-teanina, um aminoácido e suplemento aprovado pela agência FDA dos EUA, usado para relaxamento e geralmente encontrado no chá verde. Chamado de “Driftwell”, o produto foi desenvolvido para aliviar a ansiedade e a inquietação, segundo Emily Silver, vice-presidente de inovação e recursos da PepsiCo para a América do Norte.

“A necessidade de relaxamento só aumentou durante a pandemia”, disse Silver. A nova bebida faz parte do que a empresa chama de categoria “funcional” de bebidas, que visa atender consumidores com necessidades específicas.

Diante da alta concorrência alta e menor interesse de consumidores por refrigerantes, empresas de bebidas exploram novos formatos. A Coca-Cola, por exemplo, está testando uma versão alcoólica da popular água mineral Topo Chico. E o setor redobra a aposta em bebidas com CBD, um ingrediente de cannabis não psicoativo que, segundo as empresas, promove relaxamento sem o efeito produzido pela maconha.

Silver disse que a PepsiCo posicionou a Driftwell como um produto de bem-estar e acrescentou que a empresa não tem planos de lançar bebidas alcoólicas ou com CBD. A Driftwell será vendida online durante o quarto trimestre de 2020 e chegará às varejistas no primeiro trimestre de 2021.

A PepsiCo enfrenta queda das vendas de bebidas devido à Covid-19 e ao consequente fechamento de restaurantes e locais de entretenimento. Isto tem sido compensado por vendas mais altas das marcas de salgadinhos da empresa, como Tostitos, Fritos e Cheetos, e também da linha Quaker para café da manhã, já que consumidores comem mais em casa.