Delineado perfeito: aplicativo ensina a maquiar com realidade aumentada

Através de realidade aumentada e mini tutoriais com experts em maquiagem, o aplicativo Be Beleza Tech pretende expandir o mercado de beleza nacional
 (Renata Mattos/Divulgação)
(Renata Mattos/Divulgação)
J
Julia StorchPublicado em 14/12/2021 às 10:45.

Delineado gatinho, boca com batom vermelho, contorno facial e maquiagens artísticas. Todas essas opções de maquiagens estão em diversos tutoriais na internet e em filtros no Instagram. Porém, com diferentes formatos de rostos, como aprender a reproduzi-los como nos vídeos?

O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor 

Para Carolina Habeyche, fundadora da escola de automaquiagem Cacá Make Up por onde passaram mais de 2 mil alunas, havia uma lacuna no setor de automaquiagem virtual. Em 2017, a empresária decidiu ir para o Vale do Silício para aprender a dar escalabilidade online em seu curso. “Voltei de lá com a realidade aumentada como peça fundamental para a Be Beleza Tech”, conta sobre a startup lançada em novembro deste ano.

Assim como em um filtro do Instagram, basta abrir a câmera do celular e posicionar o rosto para que as marcações apareçam na tela. Um delineado do tipo “gatinho”, por exemplo, depende de fatores como a distância da sobrancelha do olho e o tamanho da pálpebra. Ao assistir o tutorial que aparece no canto da tela, o usuário entende como reproduzir, e com a realidade aumentada, o tutorial é adaptado ao seu rosto.

“Com a realidade aumentada e com nossos pontos de reconhecimento facial, conseguimos entender a proporção no rosto da pessoa e projetar as linhas para maquiar, o que não acontece com tutoriais no YouTube, por exemplo”, comenta Habeyche. “O intuito do aplicativo é respeitar as características e o gosto pessoal dos usuários, e adaptar as técnicas e produtos para necessidade de cada pessoa”.

Todos os tutoriais são feitos por maquiadoras. Mas em breve, os vídeos serão também serão feitos por consultoras de beleza das principais marcas de cosméticos e maquiagens do país. Além disso, haverá uma vitrine virtual, em que consultoras de beleza e de marca possam recomendar produtos conforme a maquiagem escolhida.

As compras poderão ser feitas dentro do aplicativo, direto no link das consultoras. “A consultora é muito interessante dentro do negócio da indústria da beleza, porque ela é o único canal assumidamente multimarcas”, comenta Habeyche sobre a seleção de produtos de diferentes marcas feita por consultoras.

Com isso, o intuito do aplicativo é gerar uma compra parecida com a do ambiente físico. “Dentro do aplicativo você tem um estímulo auditivo ao escutar o que a instrutora está dizendo, um estímulo visual, ao assistir o tutorial e um estímulo de leitura, com a orientação do passo a passo. Sem contar o estímulo com a tecnologia. Queremos personalizar então a experiência de compra, que é comum no mundo físico, dentro do digital”, traz Fernando Domingues, co-fundador da Be Beleza Tech.

Carolina Habeyche e Fernando Domingues, fundadores da Be Beleza Tech. (Renata Mattos/Divulgação)

A meta é trazer 30 mil consultoras para o app, que atualmente conta com 19 mil usuárias ativas. “Além de fazer a curadoria dos produtos de sua preferência, no futuro, as consultoras irão produzir conteúdos de forma personalizada, que se encaixem com os produtos que ela está ofertando”, explica Domingues.

Com o passo a passo das maquiagens, o intuito é fazer com que o universo da beleza seja mais simples para os usuários. Para a comemoração de um ano da empresa, em julho de 2022, a meta é atingir 300 mil usuários ativos.

“A experiência personalizada dá uma maior autonomia ao usuário sobre o que consumir e dá à consultora a possibilidade dela chegar em mais pessoas e aumentar a sua renda”, finaliza Habeyche.