Acompanhe:

Das areias para as festas: a moda brasileira de Marina Bitu e Hana Khalil

A moda verão é a que mais reflete o estilo brasileiro, com peças fluidas como vestidos e camisas soltas que transitam entre os gêneros e, claro, o já tradicional beachwear

Modo escuro

Continua após a publicidade
Direção de arte e produção: Carolina Gehlen e Júlia Storch. Assistente e tratamento: Júlio Gomes (Leandro Fonseca/Exame)

Direção de arte e produção: Carolina Gehlen e Júlia Storch. Assistente e tratamento: Júlio Gomes (Leandro Fonseca/Exame)

J
Julia Storch

Publicado em 15 de dezembro de 2022 às, 12h21.

Última atualização em 15 de dezembro de 2022 às, 12h59.

A moda verão é a que mais reflete o estilo brasileiro, com peças fluidas como vestidos e camisas soltas que transitam entre os gêneros e, claro, o já tradicional beachwear.

Porém, para além do uso na praia, as marcas nacionais passam a lançar coleções versáteis, que vão da areia às festas, como os vestidos da marca cearense Marina Bitu e os biquínis e panneaus da mineira Hana Khalil.

Foi dentro de casa, com a presença das avós, que duas estilistas passaram a se interessar pela moda. Em Fortaleza, Marina Bitu não tinha familiares que trabalhassem com moda, mas desde a infância Bitu se interessava pelo trabalho manual. “Quando comecei a fazer vestidos sob encomenda em 2017, revisitei as histórias das minhas avós, que faziam trabalhos de costura”, comenta sobre a marca que carrega seu nome.

A estilista também se inspira na cidade litorânea e nas referências locais, como artesões, bordadeiras e crocheteiras. No final de novembro, lançou a coleção Pindorama, “que foi o primeiro nome do Brasil, dado pelos indígenas”. A coleção faz referência à troca de governo e à Copa do Mundo. “A ideia é trabalhar a brasilidade, mas de forma mais crítica”, comenta. Dentre as peças, a t-shirt Pau Brasil, com a bandeira brasileira no verso.

Já em Belo Horizonte, inicialmente, o caminho escolhido pela estilista Hana Khalil havia sido o direito. Mas, quando o biquíni de crochê feito pela avó começou a fazer sucesso entre as colegas da faculdade, Khalil viu que havia uma oportunidade de negócio. “Desenvolvi meu site, e comecei a ampliar o portfólio com peças de lycra e panneaus, que viraram o carro chefe da marca”, comenta a mineira sobre a marca que também leva seu nome.

Dentre as peças, os biquínis estruturais Pillow, que transitam da praia e piscina para festas a noite, e os panneaus com pinturas assinadas pela artista Junia Penido, que podem ser usados como saia, quanto pendurado na parede. “Gosto de pensar em peças não óbvias para o dia a dia. Começar uma conversa através da moda e da arte”, diz Khalil.

Saia Fanciulla, R$ 980, à venda em hkhanakhalil.com

Últimas Notícias

Ver mais
Semana de Moda de Milão: Prada celebra o amor — e Bottega, o cotidiano
Casual

Semana de Moda de Milão: Prada celebra o amor — e Bottega, o cotidiano

Há 6 dias

A nova coleção de óculos Ferrari que marca entrada no portfólio da EssilorLuxottica
Casual

A nova coleção de óculos Ferrari que marca entrada no portfólio da EssilorLuxottica

Há uma semana

As lições de um empresário que largou a CLT e deve faturar R$ 25 milhões com moda e viagem
seloCarreira

As lições de um empresário que largou a CLT e deve faturar R$ 25 milhões com moda e viagem

Há uma semana

Reversa, a linha feminina da Reserva, tem meta de ocupar espaço de 25% no grupo
Casual

Reversa, a linha feminina da Reserva, tem meta de ocupar espaço de 25% no grupo

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais