Casual

Conheça a parceria da empresária brasileira Katia Francesconi com Edu Lyra, da Gerando Falcões

Katia Francesconi Foundation recebeu formadores de opinião em São Paulo para apresentar algumas das lideranças sociais que fazem parte da rede da fundação

Katia Francesconi com Edu Lyra, da Gerando Falcões. (Divulgação/Divulgação)

Katia Francesconi com Edu Lyra, da Gerando Falcões. (Divulgação/Divulgação)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 10 de agosto de 2023 às 11h57.

Ontem, 9, Katia Francesconi Foundation recebeu formadores de opinião em São Paulo para apresentar algumas das lideranças sociais que fazem parte da rede da fundação.

Criada em 2014, a Katia Francesconi Foundation apoia e já apoiou as ONGs Gerando Falcões, Casa do Rio, Casa do Zezinho, Casa Geração Vidigal, Instituto Fazendo História, Associação Saúde Criança, Escola Fábrica de Espetáculo, CREN - Centro de Recuperação e Educação Nutricional, Sítio Esperança, Cozinha de Verdade. Mais recentemente, iniciou um apoio para o negócio social Alicerce e para a liderança paraense Rita Teixeira, para a implementação do programa Katia’s Kids no Pará.

A fundação também mantém cum projeto de saúde mental para crianças nos Estados Unidos, o Vista Del Mar Child & Family Services, onde criou o “Katia’s Garden”, um jardim com fins terapêuticos para o bem estar de crianças.

A Katia Francesconi Foundation realiza seu primeiro encontro no Brasil para iluminar as lideranças sociais que fazem parte da rede da fundação, compartilhando com formadores de opinião suas histórias – duras e inspiradoras. Para que mais pessoas possam se aliar às causas e fortalecer a rede de apoio em torno dessas organizações.

Esse é o desejo de Katia Francesconi: inspirar pessoas a agir. Seu engajamento na filantropia aconteceu no curso de sua vida – radicada há 26 anos nos Estados Unidos, ela se conectou fortemente com a cultura de filantropia do país. Um grande incômodo com a situação das pessoas – especialmente das crianças – do Brasil a fez buscar recursos para um fundo, que mais tarde de tornaria a Katia Francesconi Foundation.

Há alguns anos, a missão da fundação se tornou mais clara: apoiar as crianças. Katia não é mãe, mas sentiu um chamado maior, para se tornar de certo modo uma mãe para as crianças em situação de vulnerabilidade social. Nasceu então o programa “Katia’s Kids”, que abarca três pilares importantes para a fundação: educação, vida saudável e ecologia.

Educação é o grande foco do programa, que busca apoiar organizações sociais que invistam na educação infantil, caso de Gerando Falcões, Casa do Rio, Alicerce e Katia’s Kids Pará/ Rita Teixeira. E que tragam noções de ecologia, vida saudável e mindfulness em seus programas educativos.

Com especialização em health coach, Katia acredita na inserção de uma dieta saudável na vida das crianças, com alimentos nutritivos, comida de verdade, e não industrializados. Se possível produtos da sociobiodiversidade local.

A fundação também acredita na ioga e na meditação como instrumentos benéficos para a vida das pessoas – inseridos nas rotinas da infância, trarão ainda mais resultados.

O encontro

Participam do encontro lideranças sociais historicamente aliadas da fundação Monica de Roure, Vice-Presidente da BrazilFoundation, que desde o início é a grande ponte entre a Katia Francesconi Foundation e os projetos sociais no Brasil; Monica Pilz Borba, diretora da Casa do Rio, ONG apoiada há 6 anos pela fundação. Neste ano, o financiamento do projeto Rede da Primeira Infância do Careiro Castanho/Amazonas tem como objetivo proteger a primeira infância na Amazônia, os guardiões da floresta; Rita Teixeira, liderança com um rico histórico de coordenação do Movimento de Mulheres do Nordeste Paraense, que criou um projeto de educação infantil para as crianças da Vila da Telha, município de Primavera, Pará – onde implementamos o programa “Katia’s Kids”; e Edu Lyra, fundador da ONG Gerando Falcões, um dos primeiros líderes apoiados pela fundação – que neste ano anuncia para a ONG uma renovada doação, no valor de R$1.250 milhões. Para erradicar a miséria, acolher as crianças e formar os cidadãos que vão fazer o Brasil que queremos ver florescer.

Acompanhe tudo sobre:ONGs

Mais de Casual

Precisamos ou não do reconhecimento de estrangeiros?

Como é escolhido o blend de um grande vinho lançado após 5 anos

Como é o Mercedes de R$ 1,7 milhão lançado em evento com jato executivo de US$ 90 milhões

Por dentro do apartamento de R$ 38 milhões no Rio de Janeiro que viralizou na internet; veja fotos

Mais na Exame