Conheça a camiseta básica que combate as mudanças climáticas

As peças da Milk42 vêm com um token para negativar a emissão de carbono e são feitas em algodão pima nas cores preto, branco e cinza
 (Milk42/Divulgação)
(Milk42/Divulgação)
I
Ivan Padilla

Publicado em 14/11/2022 às 16:07.

Última atualização em 14/11/2022 às 21:13.

A camiseta básica realmente ganhou outro status com a casualização da moda dos últimos anos. A peça agora é confeccionada em materiais nobres, virou complemento para a alfaiataria e, claro, subiu para outros patamares de preço. Uma dessas marcas de camisetas premium que surgiu recentemente foi a Milk Supply.

A Milk Supply tem como trunfo a boa modelagem, aperfeiçoada por software de acordo com o feedback dos usuários. É genderless, produzida em algodão 100% pima peruano, disponível em três cores essenciais, branco, preto e cinza, e pode ser comprada em modelo de assinatura.

A marca agora se reposicionou. Com o nome de Milk42, oferece agora a negativação de carbono via blockchain, tecnologia que auxilia a autenticar e automatizar processos de certificação. O projeto foi desenhado em parceria com a Moss.Earth, maior autoridade em créditos de carbono do Brasil.

A camiseta virou token

Como funciona? Na compra de qualquer camiseta, o cliente irá ativar um token que negativa seu impacto mensal de carbono no meio ambiente. De acordo com dados do SEEG e IBGE, a emissão anual média do brasileiro é de 10 toneladas de carbono.

Segundo os sócios da marca, os publicitários Rafael e Guilherme Caldeira, esse número de emissão foi divido por mês, o que seria equivalente a 0.8 toneladas. “Aumentamos esse valor e oferecemos a cada compra a certificação de 1 tonelada. Assim o cliente não só neutraliza, mas negativa seu impacto”, explica Rafael.

A Shein consegue ser gigante, barata e sustentável ao mesmo tempo?

A série Peaky Blinders ressuscita peças da alfaiataria clássica

“É a primeira vez que uma empresa se compromete a criar produtos físicos com neutralização de carbono para o consumidor final e não apenas reduzindo o próprio impacto da produção", conta Guilherme. “A camiseta passa a ser um token de neutralização vestível. Essa é uma iniciativa de impacto e estamos abertos para ajudar outras marcas que queiram seguir o mesmo caminho e incluir compensações de carbono em seus modelos de negócio”, completa Rafael.

Assinatura de camiseta em casa

A Milk42 se posiciona como um estúdio de design e deve em breve expandir a atuação para outros produtos. A marca oferece um serviço de assinatura de camisetas básicas. A cada três meses o assinante recebe em casa um pacote com três camisetas, na numeração e cor escolhida.

Segundo os sócios, uma pessoa precisa ter em média 12 camisetas por ano para ter um guarda-roupa minimalista, porém funcional. O serviço custa 230 reais por mês. Caso opte por uma camiseta avulsa, o valor vai para 250 reais. Agora, com um atrativo a mais para o cliente: a contribuição no combate às mudanças climáticas.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.