Casa de Música Escuta as Minas selecionará 12 artistas

Projeto em São Paulo incentiva a participação de mulheres na música. Inscrições estão abertas até 28 de agosto
 (Spotify/Divulgação)
(Spotify/Divulgação)
M
Marina Filippe

Publicado em 13/08/2019 às 06:13.

Última atualização em 13/08/2019 às 06:13.

São Paulo --- Gravar músicas em uma casa feita por mulheres e para mulheres. Essa é a proposta da plataforma de streaming Spotify, que até dia 28 de agosto segue com inscrições abertas para que 12 artistas que, se identificam com o gênero feminino e, estão em início de carreira tenham essa oportunidade.

Essa é a segunda fase do projeto, que busca representar diferentes gêneros musicais e dar as iniciantes a oportunidade de se conectar com artistas já renomadas, como Negra Li, Priscilla Alcântara, MC Pocahontas, Maiara & Maraísa e Liniker.

A “Casa de Música Escuta as Minas”, criada pela FLOW Creative Core para o Spotify segue até novembro na zona oeste de São Paulo, equipada com estúdio e estrutura profissional, além de uma equipe técnica experiente. O projeto conta com espaços para workshops, aulas de yoga, audições e geração de conteúdo.

A Casa tem como propósito mudar essa seara. “Pesquisas mostram que apenas 5% dos profissionais envolvidos no mercado musical mundial são mulheres. Precisamos mudar essa estatística”, diz Juliana Laguna, sócia-fundadora da FLOW Creative Core.