Casual

Anúncio da gravidez de Beyoncé ofusca vitória de Katy Perry nos MVA

Cantora revelou o segredo no tapete vermelho antes do MTV Video Music Awards

Beyoncé também ganhou o prêmio de melhor coreografia por "Run the World (Girls)" (Matt Cardy/Getty Images)

Beyoncé também ganhou o prêmio de melhor coreografia por "Run the World (Girls)" (Matt Cardy/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 29 de agosto de 2011 às 06h20.

Los Angeles - O surgimento no palco da cantora americana Beyoncé Knowles, minutos após surpreender o mundo com o anúncio de sua gravidez, ofuscou totalmente o triunfo da colega Katy Perry na 28ª edição dos MTV Video Music Awards (MVA), uma festa que contou com uma emocionante homenagem a Amy Winehouse.

Beyoncé revelou o segredo no tapete vermelho antes do evento - realizado no Teatro Nokia de Los Angeles (EUA) e apresentado pela compositora e cantora britânica Jessie J - e, após a explosão da notícia nas redes sociais, se apresentou com um fraque ao interpretar a canção "Love on Top".

Ao terminar seu número, Beyoncé abriu a jaqueta púrpura que usava e acariciou a barriga com um grande sorriso no rosto. Seu marido, o rapper Jay-Z, recebia nesse momento os parabéns de artistas como Kanye West e Lady Gaga.

Foi sem dúvida a imagem da cerimônia, além do ato final, com o prêmio de melhor vídeo do ano para Perry por "Firework". "Sinto-me muito orgulhosa desta canção", declarou. "Acho que faço algo de bom cada vez que a canto. Obrigado a todos os que me ajudaram a criá-la", acrescentou a vencedora da noite.

O momento mais íntimo chegou com o tributo recebido pela cantora britânica Amy Winehouse, apresentado pelo ator e seu compatriota Russell Brand.

"Era um gênio", afirmou o marido de Katy Perry, explicando que ao conhecê-la pela primeira vez lhe pareceu "uma menina comum com um cabelo extraordinário", mas que após escutar como cantava, soube na hora que era um talento único.

Seu discurso foi seguido pelo mítico Tony Bennett, que mostrou alguns segundos do dueto que realizou com Winehouse pouco antes de a cantora morrer em julho, e por Bruno Mars, que fez o público vibrar com uma versão de "Valerie", um dos sucessos de Winehouse.

Perry, além do prêmio de vídeo do ano, ficou com outros dois: o de melhores efeitos especiais e o de melhor colaboração, ambos por "E.T.", junto com Kanye West.


A britânica Adele também levou três prêmios: melhor edição, melhor direção de arte e melhor fotografia pelo vídeo de sua famosa canção, "Rolling in the Deep".

Lady Gaga ganhou dois astronautas, a estatueta do evento, de melhor vídeo com mensagem e melhor vídeo feminino, ambos por "Born This Way". "Gays, heterossexuais, bissexuais, lésbicas, transexuais... Vocês nasceram assim (Born this way, em inglês)", disse a artista.

Beyoncé ganhou o prêmio de melhor coreografia por "Run the World (Girls)", e Justin Bieber o de melhor vídeo masculino por "U Smile". O adolescente canadense, que surgiu com um novo visual com óculos, deu graças a Deus e a Jesus por terem o abençoado com seu talento musical.

Foo Fighters ficou com o astronauta de melhor vídeo de rock por "Walk", enquanto Nicki Minaj com o de melhor vídeo de hip-hop por "Super Bass". Tyler, The Creator foi nomeado artista revelação.

Artistas como Gaga, Jay-Z e Kanye West, Pit bull e Ne-Yo, Adele, Lil Wayne, Young The Giant e um acrobático Chris Brown (vestido de branco e voando como um anjo, no que alguns assinalam como sua redenção aos olhos do público após a agressão em 2009 a Rihanna), atuaram ao longo das duas horas e meia de duração do evento.

A festa começou com Lady Gaga na pele de um alter ego chamado Jo Calderone, uma figura mista entre o John Travolta de "Nos Tempos da Brilhantina" e um mafioso dos filmes de Martin Scorsese, cujo monólogo irônico versou em torno da popularidade da famosa artista e causou assombro entre as celebridades da primeira fila.

Em seguida, e enquanto tocava ao piano "You and I" acompanhada por Brian May, guitarrista do Queen, abriu uma lata de cerveja e jogou o líquido no público, deslizando pouco depois em plena atuação, embora sem maiores sobressaltos.

Na metade da cerimônia, Gaga voltou ao palco vestida como Calderone para apresentar o prêmio Michael Jackson Video Vanguard Award para a carreira de Britney Spears, que previamente tinha levado o primeiro prêmio da festa: o de melhor vídeo pop, por "Till the World Ends".

Acompanhe tudo sobre:ArteBeyoncéCelebridadesEmpresasEntretenimentoFamíliaIndústria da músicaJay-ZMTVMúsicaRappersTV

Mais de Casual

O supercarro português de luxo que chega ao mercado por R$ 9 milhões

Dia Nacional do Coquetel: 9 drinques clássicos revisitados para provar em São Paulo

Dia Mundial do Uísque: sete bares com drinques autorais para aproveitar a data em São Paulo

Um por mês e sem hora para acabar. Pesquisa mostra como é o churrasco do brasileiro

Mais na Exame