16 recordes que ainda pertencem a Michael Schumacher na Fórmula 1

Lewis Hamilton quebrou marcas expressivas da F-1 nos últimos anos, mas mau desempenho da Mercedes em 2022 indica que recordes do alemão não serão superados tão cedo
 (Clive Rose/Getty Images)
(Clive Rose/Getty Images)
Por Da RedaçãoPublicado em 23/04/2022 16:58 | Última atualização em 23/04/2022 16:58Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Há 10 anos, Michael Schumacher disputava sua última temporada na Fórmula 1, mas o legado do alemão na principal categoria do automobilismo mundial parece difícil de ser superado. Mesmo com a ascensão impressionante de Lewis Hamilton nos últimos anos, o nome de Schumacher permanece debaixo de uma série de marcas históricas da competição.

Ao conquistar o título da temporada 2020, Hamilton igualou o número de títulos mundiais de Schumacher, com sete. O britânico também superou o alemão em número total de vitórias e poles, entre outros feitos expressivos, mas muitas das marcas de "Schummy" exigem regularidade, e o péssimo início de temporada da Mercedes em 2022 dificultam a vida do primeiro piloto negro da história da F-1.

Em alguns dos recordes de Schumacher, ele e Hamilton aparecem empatados, e, ao final da temporada 2021, tudo levava a crer que o britânico reinaria sozinho na maioria deles a partir desta temporada. Agora, no entanto, isso parece bastante improvável.

Uma dessas marcas é a quantidade de temporadas consecutivas com pelo menos uma vitória. Os dois pilotos conseguiram fazer isso por 15 anos seguidos e, se Hamilton não conseguir pelo menos uma vitória em 2022, a marca seguirá dividida.

O mesmo acontece com o recorde de mais vitórias em um mesmo circuito. Schumacher ganhou o GP da França oito vezes, mesmo número de vitórias que Hamilton obteve nos GPs da Hungria e da Grã Bretanha.

A situação se repete no número de poles consecutivas em uma mesma pista. O alemão largou na primeira posição oito vezes consecutivas no GP do Japão; Hamilton, o mesmo número nos GPs da Austrália e da Hungria. No caso deste último, Hamilton ainda pode conseguir a nona pole seguida, mas seu carro precisará melhorar muito até lá.

Apesar de alguns recordes divididos, Schumacher ainda reina soberano em pelo menos 10 marcas expressivas, e o andamento da temporada 2022 indica que assim continuará por um bom tempo:

  • Voltas mais rápidas (77)
  • Pódios consecutivos (19)
  • Pole, vitória e volta mais rápida numa mesma corrida (22)
  • Títulos mundiais consecutivos (5)
  • Campeão mundial com mais etapas ainda por acontecer (6)
  • Número de corridas iniciadas como líder do campeonato (37)
  • Porcentagem de pódios por corrida numa temporada (100%)
  • Tempo entre o primeiro e último pódio (7.399 dias)
  • Tempo entre a primeira e a última corrida (7.763 dias)
  • Tempo entre o primeiro e o último ponto (7.749 dias)

Ele também tem outros seis recordes compartilhados:

  • Títulos mundiais (7, empatado com Lewis Hamilton)
  • Vitórias em uma única temporada (13, empatado com Sebastian Vettel)
  • Voltas mais rápidas em uma única temporada (10, empatado com Kimi Raikkonen)
  • Corridas com o mesmo companheiro (104, dividido com Rubens Barrichello)
  • Temporadas consecutivas com pelo menos uma vitória (15, empatado com Lewis Hamilton)
  • Vitórias em um mesmo GP (8, empatado com Lewis Hamilton)

Neste domingo, 22, a quarta etapa da temporada 2022, o GP da Emilia-Romagna, no circuito de Ímola, terá como protagonistas, mais uma vez, o holandês Max Verstappen, atual campeão mundial, da Red Bull, e o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari - eles largam em primeiro e segundo, respectivamente. Lewis Hamilton, com a sua Mercedes, sairá apenas na 14ª colocação. A corrida terá início às 10h, de Brasília, com transmissão ao vivo da Band.