Casual
Acompanhe:

10 fatos sobre a banda Foo Fighters que vale a pena saber

De drinks feitos com esperma de touro a brigas com viúva de Kurt Cobain, grupo liderado pelo ex-baterista do Nirvana chega aos cinemas

Neste ano, pela primeira vez, o Foo Fighters ficou em primeiro lugar nas paradas da revista Billboard, com o lançamento do novo álbum (Getty Images)

Neste ano, pela primeira vez, o Foo Fighters ficou em primeiro lugar nas paradas da revista Billboard, com o lançamento do novo álbum (Getty Images)

L
Luciana Carvalho

27 de junho de 2011, 22h11

São Paulo – O dia 8 de abril de 1994 marcou profundamente a história do rock. Primeiro pela morte do vocalista do Nirvana, Kurt Cobain. Segundo pelo nascimento de outro grupo ícone do rock alternativo, o Foo Fighters.

Com a morte do vocalista, o Nirvana acabou, mas também abriu portas para que as músicas escritas por Grohl desde a adolescência criassem vida por meio da voz e da guitarra do baterista.

No último fim de semana, a banda lançou o documentário Foo Fighters: Back and Forth, que conta sua história e ainda apresenta o show do álbum mais recente, "Wasting Light".

Coincidência ou não, o disco, produzido por Butch Vig – o mesmo produtor do álbum Nevermind, do Nirvana – levou o Foo Fighters, pela primeira vez em sua carreira, ao topo das paradas da revista Billboard.

Na primeira semana, depois do lançamento, eles já tinham vendido 235 mil cópias nos Estados Unidos. Em tempos de pirataria e downloads na internet, o número é alto. Confira a seguir alguns fatos curiosos que marcaram os 16 anos de trajetória da banda.

1. O nome da banda foi inspirado na maneira como os pilotos da força aérea dos Estados Unidos chamavam os objetos voadores não identificados (OVNI’s), no final da Segunda Guerra Mundial.

Dave Grohl escolheu a alcunha por ser aficionado por extraterrestres, mas, no documentário recém-lançado, ele se mostrou, no mínimo, arrependido, ao dizer: sinceramente, se eu tivesse levado minha carreira a sério, teria dado outro nome, porque esse é o pior nome de banda do mundo.

2. O último álbum do grupo Wasting Light foi gravado na garagem da casa de Dave Grohl. O processo foi feito com fitas e equipamentos antigos, praticamente sem ajuda do computador. Foi mais ou menos isso que eles fizeram na gravação do There Is Nothing Left To Lose, de 1999, produzido no porão do vocalista.

3. No recente clipe da música Walk, o vocalista Dave Grohl encarna uma paródia do personagem William Foster, interpretado por Michael Douglas, no filme Um dia de Fúria (1993). No vídeo, Grohl passa por uma série de situações estressantes (mas bem humoradas) que o levam a perder a cabeça a caminho do ensaio da banda.

4. Mesmo depois de anos da morte de Kurt Cobain, Dave Grohl tem sonhos recorrentes com o vocalista do Nirvana. Como a representação de um desejo de Grohl, Kurt aparece como se não tivesse morrido, mas apenas estivesse se escondendo de todos. Em um dos sonhos, Kurt voltou para retomar a banda com Grohl.


5. O apresentador do Late Show, David Letterman, é fã do Foo Fighters. Em abril deste ano, Letterman contou que a música Everlong foi muito importante em sua vida na época em que quase morreu, ao passar por uma cirurgia do coração, no ano 2000. Emocionado, ele agradeceu à banda.

6. O vocalista Dave Grohl não sobe nos palcos sem estar com um chiclete na boca. Sem medo de engasgar, ele usa o doce para evitar que sua boca fique seca nos shows.

7. Os integrantes do Foo Fighters apreciam bebidas alcoólicas, sobretudo as exóticas. Por isso, eles costumam pedir, no camarim, um raro drink chinês feito com esperma de touro.

8. Apesar de Dave Grohl ter sido um dos que contribuíram para o início do relacionamento de Courtney Love com Kurt Cobain, o líder do Foo Fighters tem, hoje, uma briga feia com a viúva. Ela o acusa de ter deixado Kurt no momento em que mais precisou, enquanto Grohl escreveu músicas em que direciona insultos a ela, como Let it Die, em que fala Um simples homem e sua noiva envergonhada, intravenosa, entrelaçada.

9. Um dos maiores sucessos da banda, a música Learn to Fly é também uma das que Dave Grohl menos gosta. Ela foi escrita em 1999, quando o grupo tinha que viajar de avião frequentemente e alguns dos integrantes tinham medo de voar.

10. O bem-humorado clipe de Learn to Fly conta com a participação do ator Jack Black e de seu parceiro na banda Tenacious D, Kyle Gass. No enredo, os dois interpretam os faxineiros do avião. Eles colocam uma substância estranha no café que deixa todos que provaram felizes, mas completamente fora de si.


Clipe de "Walk":

Clipe de Learn To Fly: