Carreira

Veja dicas de como fazer uma redação nota 1.000 no Enem 2024

Além de uma boa gramática, é importante ter repertório sociocultural. Veja dicas de professores para se sair bem na prova deste ano

Período de inscrições para o Enem 2024 será de 27 de maio a 7 de junho (Marcos Santos/USP Imagens)

Período de inscrições para o Enem 2024 será de 27 de maio a 7 de junho (Marcos Santos/USP Imagens)

Publicado em 20 de maio de 2024 às 12h06.

Última atualização em 22 de maio de 2024 às 18h05.

Tudo sobreEnem
Saiba mais

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) já divulgou a data para inscrição e realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024.

  • Período de inscrições: de 27 de maio a 7 de junho.
  • Aplicação das provas: em 3 e 10 de novembro.
  • Divulgação do gabarito: 20 de novembro.
  • Divulgação do resultado: 13 de janeiro.

Para quem deseja concorrer a uma vaga no ensino superior por meio do Enem, é fundamental tirar uma boa nota na redação, que tem muito peso na prova. Por isso, ouvimos dois especialistas para ajudar estudantes a se saírem bem na redação:

Atenção ao tipo de texto

Um texto dissertativo-argumentativo é um gênero textual em que o autor apresenta e defende um ponto de vista sobre determinado tema, utilizando argumentos consistentes e embasados em evidências.

Essa modalidade de texto é frequentemente utilizada em provas de vestibulares, como o ENEM, concursos públicos e avaliações acadêmicas, exigindo do autor habilidades de análise crítica, interpretação de texto e capacidade de expressão escrita, afirma Anna Cabral, professora de redação do Estratégia.

“A dissertação busca persuadir o leitor a adotar a posição defendida pelo autor, através de uma estruturação lógica e coesa dos argumentos. Além disso, o texto dissertativo-argumentativo deve apresentar uma introdução clara, desenvolvimento dos argumentos de forma organizada e uma conclusão que retome os pontos-chave da argumentação”.

Para cada parte da redação, a professora indica:

Introdução (aproximadamente 5 a 7 linhas):

  • Apresentação do tema a ser discutido.
  • Contextualização do assunto, com uma breve explicação sobre sua relevância.
  • Apresentação da tese ou ponto de vista que será defendido no texto.

Desenvolvimento (aproximadamente 10 a 15 linhas):

  • Argumentação em favor da tese apresentada na introdução.
  • Apresentação de argumentos que sustentem o ponto de vista do autor.
  • Utilização de exemplos, dados estatísticos, citações e referências para embasar os argumentos.
  • Estruturação lógica dos argumentos, organizados de forma coerente e progressiva.

Conclusão (aproximadamente 5 a 7 linhas):

  • Recapitulação sucinta dos principais argumentos apresentados no desenvolvimento.
  • Reafirmação da tese defendida no início do texto.
  • Sugestão de possíveis soluções para o problema discutido.

O agente de resolução, ação e benefícios para a sociedade

O repertório sociocultural refere-se ao conjunto de conhecimentos sobre a sociedade, cultura, história e atualidades que uma pessoa possui. Para adquiri-lo, é importante estar constantemente exposto a diferentes formas de arte, literatura, mídia e eventos sociais, afirma Cabral.

“Ler livros, acompanhar notícias, assistir a filmes e documentários, participar de debates e eventos culturais são algumas maneiras de expandir esse repertório”.

No contexto brasileiro, filmes e documentários podem oferecer uma visão ampla e profunda da cultura e sociedade do país. Alguns exemplos do professor incluem:

  • "Cidade de Deus" - Um retrato impactante da vida nas favelas do Rio de Janeiro, explorando questões sociais e econômicas.
  • "Central do Brasil" - Conta a história de uma mulher que trabalha escrevendo cartas para pessoas analfabetas na estação de trem Central do Brasil, abordando temas como desigualdade social e relações humanas.
  • "Estamira" - Documentário que acompanha a vida de uma catadora de lixo no Rio de Janeiro, oferecendo uma reflexão sobre saúde mental, pobreza e condições de trabalho.
  • "Tropa de Elite" - Um mergulho no mundo das forças policiais do Rio de Janeiro, mostrando os desafios enfrentados no combate ao crime organizado e a corrupção.

Esses filmes e documentários não apenas fornecem insights sobre a cultura brasileira, mas também abordam questões sociais relevantes, contribuindo assim para o desenvolvimento do repertório sociocultural.

A única parte do Enem que pode ser nota 1.000

A redação é a única parte do Enem onde o aluno consegue chegar na nota 1000. Por isso, o Professor Noslen, famoso por seu canal no Youtube e professor de língua portuguesa, compartilha dicas para o estudante conquistar uma boa nota na redação:

  • Comece pela redação: "O primeiro dia de prova já tem 30 minutos a mais só para realizar a redação, indico que o estudante inicie a prova pela redação e gaste de 30 a 50 minutos só com ela. Indico primeiro o a construção do texto, porque o estudante estará com a cabeça descansada e poderá se sair melhor fazendo a redação antes da prova".
  • Título na redação do Enem é dispensável: "Não precisa fazer, porém não é proibido. Indico não fazer título, porque a meu ver é perda tempo e de linha de escrita."
  • Para a redação do Enem é preciso usar a norma padrão da língua: "Aquela norma que aprendemos na escola, mas não dá para confundir norma padrão com linguagem arcaica e antiga, norma padrão é o que temos nos dicionários e livros."
  • O Enem espera pelo menos um repertório sociocultural externo para a prova: "Um repertório bem utilizado já é o suficiente para construir um texto nota 1000 desde que bem desenvolvido e relacionado ao tema. Para a problematização da tese, o aluno precisa trazer pelo menos dois argumentos para comprová-la."
Acompanhe tudo sobre:EnemVestibularesdicas-de-carreira

Mais de Carreira

Quais são os benefícios de um estagiário?

Quais são os direitos de um estagiário?

BAT Brasil abre programa de trainee com desenvolvimento global e salário inicial de R$ 10 mil

A Cultura do Excesso Corporativo: Ela pode estar na sua empresa e você nem sabe; conheça os sinais

Mais na Exame