Carreira

Com 190 anos no Brasil, essa mineradora inova ao testar jornada de trabalho de apenas 4 dias

Além de tirar a sexta-feira, a AngloGold Ashanti irá manter o regime de trabalho híbrido: 2 dias de home office e 2 dias no presencial

Felipe Fagundes, vice-presidente de Recursos Humanos da AGA: “Chegamos no consenso de que trabalho para nós não é mais medido em horas trabalhadas ou por lugar, mas sim pela entrega de resultado sustentável” (AngloGold Ashanti /Divulgação)

Felipe Fagundes, vice-presidente de Recursos Humanos da AGA: “Chegamos no consenso de que trabalho para nós não é mais medido em horas trabalhadas ou por lugar, mas sim pela entrega de resultado sustentável” (AngloGold Ashanti /Divulgação)

Publicado em 22 de abril de 2024 às 07h00.

Última atualização em 22 de abril de 2024 às 11h39.

Tudo sobreJornada de trabalho
Saiba mais

No ano em que completará 190 anos no Brasil, a mineradora AngloGold Ashanti, produtora de ouro, que inovar sua jornada de trabalho: a partir desta segunda-feira, 22, a companhia começa a testar a escala de trabalho 4x3, ou seja, todos os funcionários do administrativo terão 4 dias de trabalho e 3 dias de descanso.

“Vimos que temos condições de combinar a tradição com a vanguarda. Até porque, se olharmos ao longo da história da empresa, apostamos em inovação em vários aspectos que nos ajudaram a chegar até aqui”, diz Felipe Fagundes, vice-presidente de Recursos Humanos da AGA, que afirma que cerca de 500 funcionários do escritório localizado em Nova Lima, MG, participarão do piloto de 4 dias de trabalho.

O principal objetivo para a mineradora centenária apostar agora no projeto 4x3, segundo Fagundes, é se preparar e deixar a companhia um pouco mais madura para a experiência que acreditam que pode fazer parte do futuro do trabalho.

“Não vamos tirar benefícios, nem tão pouco diminuir os salários, além disso, vamos manter o regime híbrido para os 4 dias de trabalho, sendo dois dias no presencial e dois dias de home office”, afirma o VP de RH.

A preparação para tirar a sexta-feira

Para chegar nessa fase de teste com o time mais preparado, Fagundes diz que algumas iniciativas foram adotadas como eliminação de reuniões nas sextas-feiras e até orientação para que um dos três dias de home office fosse realizado neste último dia da semana.

“Fomos forçados pela pandemia, como todas as empresas, a adotar o trabalho home office, e no retorno percebemos que com o regime híbrido é possível desafiarmos o modelo conceitual de trabalho sem perdas na produtividade”, afirma Fagundes. “Com essa experiência, chegamos no consenso de que trabalho para nós não é mais medido em horas trabalhadas ou por lugar, mas sim pela entrega de resultado sustentável.”

O operacional que também está em teste de 4 dias

Apesar do desafio de flexibilizar a jornada de trabalho começar pelo administrativo, a expectativa, segundo o VP de RH que responde pelas operações no Brasil e da Argentina, é de trazer opções de escala de trabalho também para os funcionários do operacional, que representam boa parte da companhia - hoje são 1.200 empregados na Argentina e 3.800 no Brasil, sendo que apenas 500 funcionários fazem parte do administrativo e estão no Brasil.

“Existe um desejo de quebrar esse paradigma de trabalho para a operação, por isso já estamos testando, por exemplo, a escala 4x4 para o operacional, em que trabalham 12 horas por 4 dias e folgam 4 dias. Estamos tendo retornos positivos com essa escala, entre as diversas combinações que temos para essa área que precisa rodar 24 horas”.

Os dois maiores desafios do RH ao tirar um dia de trabalho

Entre os maiores receios do RH com a nova escala, segundo Fagundes, há dois que chamam a atenção na equipe – o primeiro será manter ou melhorar o nível de qualidade das entregas e a segundo é se haverá muito impacto na vida dos funcionários ao trabalhar 1h30 por dia a mais de segunda a quinta.

“Manteremos uma escuta ativa semanal para entender se essa escala fará sentido para o nosso time e para os nossos negócios”, diz. “Em empresas de tecnologia já vimos que é mais comum essa flexibilidade na gestão de trabalho, mas agora queremos trazer uma contribuição para o ramo industrial”, diz Fagundes que acredita que se der certo na mineradora, esse modelo poderá ser adotado em siderurgias e demais segmentos industriais.

Quando será implementada a escala de 4x3?

O piloto de 4x3 da mineradora terá duração de dois meses, com conclusão no final de junho, sem ajuda de empresas terceiras. Se os resultados forem positivos, a implementação da escala de 4 dias de trabalho para o administrativo já tem previsão de início.

“Vamos precisar nos organizar em termos de gestão de horas, porque dependendo será necessário até desenvolver um sistema. Mas dando tudo certo no piloto, a implantação deverá acontecer ainda no segundo semestre, entre agosto ou setembro.

As operações brasileiras da AngloGold Ashanti respondem por cerca de 13% da produção global de ouro do grupo - em 2023 a companhia produziu 490 mil onças de ouro nas operações LATAM e 338 mil onças de ouro no Brasil. O grupo tem sede em Londres, no Reino Unido, e atuação em nove países, com 10 operações. No Brasil, a empresa possui minas e plantas metalúrgicas e de beneficiamento nos estados de Minas Gerais e Goiás. Como empresa de capital aberto, suas ações são negociadas nas Bolsas de Valores de Nova Iorque (Estados Unidos), Joanesburgo (África do Sul) e Gana.

“Vale ressaltar que em momento nenhum falamos que estamos 100% seguros de que vai dar certo a escala 4x3, mas decidimos desafiar o novo. Tem muita coisa que uma empresa centenária apostou e arriscou para se manter no mercado por 190 anos, esse movimento de gestão será mais um desses passos,” afirma Fagundes.

Quer dicas para decolar o seu negócio? Receba informações exclusivas de empreendedorismo diretamente no seu WhatsApp. Participe já do canal EXAME Empreenda

Acompanhe tudo sobre:home-officeJornada de trabalhojornadas-flexiveisServiços operacionaisAnglo American

Mais de Carreira

Bacharelado: entenda qual a diferença para os outros cursos

Com vagas limitadas, aula gratuita ensina como se capacitar para trabalhar com ESG em qualquer área

TikTok vira "conselheiro de carreira" para jovens nos EUA

USP e Yale University criam fundo de 50 mil dólares para apoiar pesquisadores; saiba mais

Mais na Exame