Acompanhe:
seloCarreira

Calendário de RH 2024: veja 12 ações para engajar o funcionário com a empresa ao longo do ano

Com base em datas comemorativas mais importantes de cada mês, executiva indica estratégias de endomarketing para incluir na agenda do seu negócio

Modo escuro

Continua após a publicidade
Ana Paula Prado, CEO da Infojobs: construir uma agenda de conteúdos pensando em cada mês é essencial para desenvolver ações que serão assertivas e trarão engajamento entre empresa e funcionário (Divulgação: skynesher/Getty Images)

Ana Paula Prado, CEO da Infojobs: construir uma agenda de conteúdos pensando em cada mês é essencial para desenvolver ações que serão assertivas e trarão engajamento entre empresa e funcionário (Divulgação: skynesher/Getty Images)

Se você trabalha com RH, com certeza já ouviu falar sobre endomarketing. A estratégia, que preza pelo cultivo de um ambiente organizacional saudável e engajado, ganha destaque no universo empresarial contemporâneo em que, segundo uma pesquisa do Infojobs, HR Tech que desenvolve soluções para RH, 86% das pessoas dizem que mudariam de emprego por saúde mental e mais satisfação no trabalho. Mas, como fazer isso de maneira eficaz durante todo o ano?

Para atingir esse objetivo a chave do sucesso é o planejamento, afirma Ana Paula Prado, CEO da Infojobs. “Construir uma agenda de conteúdos pensando em cada mês é essencial para desenvolver ações que serão assertivas e trarão engajamento entre empresa e funcionário. As datas comemorativas, por exemplo, podem ser utilizadas como ganho tanto para tornar o ambiente mais leve e dinâmico, quanto para colocar assuntos importantes em pauta”.

Para ajudar as companhias no desenvolvimento das ações de endomarketing, a especialista indica o que fazer entre janeiro e dezembro de 2024:

“Janeiro Branco”, mês de conscientização sobre saúde mental

O “Janeiro Branco” é uma campanha dedicada à conscientização sobre a saúde mental, especialmente no ambiente de trabalho. No contexto de Recursos Humanos (RH), essa é uma oportunidade valiosa para iniciar (ou dar continuidade) às ações que promovem o bem-estar emocional e psicológico dos funcionários.

“Neste mês podem ser feitas palestras e workshops, com eventos educativos sobre o tema, além da oferta de apoio psicológico, canais de comunicação aberta e programas de reconhecimento. Como é um tema importante e que deve ser sempre discutido dentro do universo corporativo, a ideia é iniciar o ano conscientizando a equipe que a empresa se importa com a saúde dos funcionários, mostrando iniciativas e possibilidades que continuarão nos meses seguintes”, diz Prado.

Fevereiro, o mês do Carnaval

Impossível tratar de outro assunto em fevereiro a não ser o Carnaval. E há diversas maneiras de incluir a festa no ambiente corporativo, afirma a CEO.

“É um momento de felicidade e relaxamento por isso é possível fazer uma decoração temática no escritório, organizar um almoço temático ou confraternização, fazer um desfile de talentos ou promover concursos, gincanas ou outras atividades entre os funcionários.”

Março, destaque para as mulheres

Em 8 de março é comemorado o Dia Internacional das Mulheres. Para Prado, neste mês a ideia é ir além de presentear as funcionárias com um chocolate ou uma flor.

“É uma oportunidade para o setor de RH promover a igualdade de gênero, reconhecer as contribuições das mulheres no ambiente de trabalho e criar um ambiente inclusivo. Algumas sugestões de ações para conscientização incluem palestras, bate-papos e clube do livro que discutem a equidade de oportunidades, salários e combate ao assédio.”

Abril, agora sim, entra o chocolate

Chegando em abril, a Páscoa se destaca. A CEO recomenda decorar o ambiente de trabalho, organizar uma troca de ovos ou fazer um concurso de pintura desses itens tão tradicionais da época. “Outra sugestão é incentivar ações solidárias, como arrecadação de alimentos não perecíveis para doação a instituições de caridade”, diz Prado.

Maio, período para falar sobre maternidade

O Dia das Mães, comemorado no segundo domingo de maio, é uma oportunidade para o RH demonstrar apreço pelas mães funcionárias e criar um ambiente que reconheça a importância do equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, afirma a CEO.

“Algumas ações incluem homenagens personalizadas, café da manhã ou brunch especial, atividades com os filhos e o incentivo ao compartilhamento de experiências.”

Junho, além do logo colorido

Junho é o Mês do Orgulho LGBTQIA+. No entanto, há uma discussão necessária na comunidade em relação às ações corporativas: muitas empresas incluem cores do arco-íris no logo, mas não praticam essa inclusão “dentro de casa”.

“Como ações assertivas, é recomendado promover campanhas de conscientização, criar fóruns para bate-papos e revisar políticas e benefícios inclusivos. É possível até solicitar um feedback anônimo e avaliação de clima, pesquisando e entendendo o que deve ser melhorado”, diz Prado.

Julho, 2024 será ano Olímpico

No final de julho, iniciam os Jogos Olímpicos, que acontecerão em Paris. Durante o período, que se estende até agosto, a empresa pode aproveitar o clima de celebração esportiva para promover a integração, o engajamento e o espírito de equipe entre os funcionários. “Algumas sugestões incluem a transmissão ao vivo de jogos de atletas brasileiros, a criação de um bolão, vestimentas temáticas e competições internas”, afirma a CEO.

Agosto, a vez dos pais

Agosto é o mês dedicado a engajar os pais funcionários. Para o período, a CEO sugere fazer homenagens personalizadas, promover um concurso de fotos, desenvolver atividades com os filhos e até jogos e competições entre os pais que trabalham na empresa.

Setembro, reforçando a importância da saúde mental

O “Setembro Amarelo” é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. O RH pode desempenhar um papel significativo nesse contexto, promovendo atividades que abordem a saúde mental, a empatia e a criação de um ambiente de trabalho solidário. “Assim como em janeiro, promova ações de escuta ativa, ofereça palestras de conscientização, crie espaços para diálogo e faça parcerias com profissionais da área”, diz Prado.

Outubro, mês da criançada

Comemorado em 12 de outubro, o Dia das Crianças é uma data divertida que pode ser pauta também no universo corporativo. “Declare o dia como temático, incentivando os funcionários a se vestirem como personagens infantis ou usando roupas coloridas, permita que os pais tragam suas crianças para o escritório, promovendo um encontro saudável na empresa”, afirma a CEO.

Novembro, Mês da Consciência Negra

Comemorado em 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra é uma oportunidade para a companhia criar um ambiente mais inclusivo, respeitoso e representativo, promovendo o entendimento e a valorização da diversidade racial. Entre as atividades sugeridas por Prado estão os debates e as rodas de conversa, que podem ser feitas após exposições culturais, como livros, filmes, documentários, feiras e artes. “Além disso, organize palestras e workshops que abordam temas relacionados à história, cultura e desafios enfrentados pela população negra.”

Dezembro, época de celebrar

O último mês do ano talvez seja o mais movimentado para as ações de endomarketing. Há diversas oportunidades que incluem confraternizações, amigos secretos e oferecimento de ceias de Natal para os funcionários. Além da parte festiva, esse também é um período para olhar para tudo o que foi feito, conversar com a equipe e entender as mudanças necessárias para o ano que virá.

“Lembrando sempre de respeitar as preferências e limitações individuais, essas iniciativas podem contribuir para discutir pautas atuais e necessárias, diminuir as dores dos funcionários, fortalecer o espírito de equipe, promover a descontração e criar memórias positivas”, afirma Prado.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Olimpíadas 2024: onde assistir à cerimônia que inicia revezamento da tocha olímpica
Esporte

Olimpíadas 2024: onde assistir à cerimônia que inicia revezamento da tocha olímpica

Há 18 horas

O que são ‘mad skills’ e como reconhecer colaboradores com habilidades extraordinárias?
Um conteúdo Bússola

O que são ‘mad skills’ e como reconhecer colaboradores com habilidades extraordinárias?

Há um dia

Como elas conseguiram vender suas empresas para Arezzo, Hypera e Magalu?
seloCarreira

Como elas conseguiram vender suas empresas para Arezzo, Hypera e Magalu?

Há 2 dias

Educação Inclusiva: apenas 16% das empresas têm programas para grupos minorizados, diz estudo
seloCarreira

Educação Inclusiva: apenas 16% das empresas têm programas para grupos minorizados, diz estudo

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais