Carreira

Alexandre O Grande, Carlos Magno e mais: lições de gestão de alguns dos maiores líderes da história

Biografia dos maiores líderes da história prova que existem algumas características comuns dentre as pessoas que conseguiram exercer esse papel com maestria

Estátua de Alexandre O Grande: rei do reino grego antigo é considerado um dos líderes que marcaram a história (paulshark/Getty Images)

Estátua de Alexandre O Grande: rei do reino grego antigo é considerado um dos líderes que marcaram a história (paulshark/Getty Images)

Isabel Rocha
Isabel Rocha

Jornalista

Publicado em 29 de março de 2023 às 08h00.

Saber delegar tarefas está longe de ser a única habilidade esperada de uma pessoa em posição de liderança. E, embora não exista receita mágica para ser um bom gestor, a biografia dos maiores líderes da história prova que existem, sim, algumas características comuns dentre as pessoas que conseguiram exercer esse papel com maestria.

Existem várias lições de liderança que nos mostram que desenvolver essa habilidade é um aspecto decisivo para obter um negócio de sucesso. Seu papel como líder te impele a guiar a equipe e consequentemente influenciar a performance dos colaboradores”, afirma Tallis Gomes, empresário e fundador do G4 Educação — uma das maiores escolas de educação executiva do país — que também já foi eleito Líder Jovem do Ano pela Latin Trade Foundation em Miami.

Imersão e Mentoria de Gestão 4.0: em três dias, Tallis Gomes entregará a metodologia de gestão que tornou o G4 Educação a Edtech que mais cresce no país. Participe!

Recentemente, o empresário recebeu o professor de filosofia Guilherme Freire no podcast Papo de Gestão para debater justamente quais características são essenciais para formar um líder de sucesso. Para essa missão, eles decidiram analisar a trajetória de alguns dos maiores líderes da história, como Alexandre O Grande e Carlos Magno. Veja algumas conclusões abaixo.

Visão estratégica

Um dos primeiros exemplos de gestão trazidos na conversa foi o de Alexandre O Grande, rei da Macedônia, que criou um dos maiores impérios de todos os tempos após conquistar a Pérsia, a Síria e o Egito.

Freire explicou que uma das características mais marcantes de Alexandre era a sua visão estratégica diferenciada. Isso porque, diferentemente de Dario III — um de seus maiores adversários — quando ele ia para o campo de batalha, marchava na frente (e não atrás) das tropas, sempre junto de seus soldados. Além disso, não hesitava em formar outros líderes para deixar em seu lugar, cuidando dos territórios já conquistados quando saía para uma nova batalha.

“Os negócios de grande sucesso são formados por líderes, com uma preocupação genuína em formar outros líderes dentro da sua organização”, comenta Tallis Gomes.

“Assim como Alexandre, nós, líderes empresariais, temos que nos cercar dos melhores soldados para poder entrar no front de batalha. ‘Quem é o melhor cara para fazer marketing? Qual a melhor pessoa para fazer a operação?’… Não adianta ficar observando o exército de trás, como Dario fazia. Se você não estiver no front, sentindo o pulso da operação, você vai ter dificuldade de manobra. Muitas vezes é nessa hora que a companhia entra num problema de caixa — porque se o líder está muito distante da operação, ele não percebe o quanto que o macro está influenciando no negócio dele”, complementou. 

Autoridade

A autoridade difere do autoritarismo. Freire lembra que Alexandre, por exemplo, tinha muito respeito pelos costumes e cultura das cidades conquistadas — tanto que construiu uma das mais célebres bibliotecas da história para preservar suas peculiaridades — mas, ao mesmo tempo, entendia que a autoridade e a ordem tinham que ser mantidas.

“Quando ele assumiu o trono, começaram a organizar uma revolta contra ele. Antes mesmo que os rebeldes agissem, ele juntou um exército de 3.000 soldados e marchou para conter a rebelião”, exemplificou.

MBA em apenas 3 dias: imersão ensina estratégias e metodologias dos principais gestores do Brasil

Protagonismo

“Não existe nada mais perigoso do que deixar a decisão nas mãos daqueles que não pagam o preço por estarem errados”.

Foi tomando essa frase do economista americano Thomas Sowell como exemplo que Gomes e Freire discutiram a importância de um líder demonstrar segurança e firmeza na tomada de decisão.

“Não estou falando a favor da centralização. Mas, para poder descentralizar o poder, você precisa ter muita força. Só quem consegue entregar poder para os outros é quem tem poder”, disse Gomes.

Clareza

Em outro ponto da conversa, foi pontuado como diferentes conquistadores, imperadores e líderes políticos ao longo da história só alcançaram o sucesso porque se preocuparam com a construção de princípios claros para gerir aquelas sociedades. É o caso de Alexandre, César e Carlos Magno, por exemplo.

O mesmo acontece na gestão de uma empresa: quando há clareza sobre os princípios que devem ser seguidos, a equipe trabalha com segurança. Quando não há, as pessoas ficam perdidas e o trabalho desanda.

“Cultura não deve ser um monte de frase bonita na parede, isso é besteira. É por meio da cultura que você escala como gestor. Para isso, eu crio um conjunto de princípios e valores que vão reger esse framework de tomada de decisão. Nada muito diferente do que foi feito na sociedade ocidental: ela só se transformou na sociedade que dominou o globo porque criou um conjunto de princípios que regem como viver em sociedade. Se a companhia não tiver isso, vira uma loucura”, comentou Gomes.

Como desenvolver as habilidades necessárias para ter sucesso como líder?

Com o objetivo de ajudar empreendedores e líderes em posições estratégicas a promover mudanças significativas em seus negócios por meio das melhores práticas de gestão, o G4 Educação desenvolveu o G4 Imersão e Mentoria.

Trata-se de um programa imersivo de mentoria que, ao longo de três dias, ensina aos executivos quais são e como aplicar as técnicas e métodos usados nas empresas que mais crescem do mundo (como Apple, Amazon e Tesla) ao próprio negócio.

Está com dificuldade na gestão e liderança da sua empresa? Aprenda com quem faz: participe do G4 Imersão e Mentoria e seja mentorado por alguns dos maiores líderes do país!

O conteúdo, que passa por temas como gestão, growth e vendas, é lecionado pelos próprios fundadores do grupo — os empresários Tallis Gomes, Alfredo Soares e Bruno Nardon. São, portanto, mentores de experiência comprovada em empresas de sucesso, como Eaxy Taxi, Xtech, VTEX, Loja Integrada, Nubank, Klivo e Auddas. Durante o board consultivo, os mentores do G4 Educação ajudam os executivos a entenderem como implementar as técnicas, ferramentas e estratégias apresentadas ao seu próprio negócio. 

 Os encontros acontecem presencialmente, na própria sede do G4, em São Paulo. Para garantir a sua vaga na próxima edição, realize aqui a sua inscrição.

 Leia também:

*Este é um conteúdo patrocinado por G4 Educação

Acompanhe tudo sobre:Liderançabranded marketingLíderes

Mais de Carreira

Como conquistar uma promoção e melhores salários? Veja 4 estratégias que funcionam

Ford abre inscrições para o seu Programa de Estágio Afirmativo 2024; veja como participar

Carreira do momento: diretor de diversidade é a bola da vez nas empresas; veja salário e o que faz

"Fale sobre você": saiba o que responder na entrevista de emprego

Mais na Exame