Bússola
Um conteúdo Bússola

Programa Líderes Estudar abre inscrições para bolsas no exterior

Apoio financeiro do programa tem valor médio de R$ 110 mil e pode ser aplicado para cobrir despesas de manutenção na graduação ou pós-graduação

Programa dá bolsas para brasileiros nas melhores universidades do mundo (Bússola/Divulgação)

Programa dá bolsas para brasileiros nas melhores universidades do mundo (Bússola/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 29 de março de 2023 às 12h00.

A Fundação Estudar está na reta final das inscrições para o programa de bolsas Líderes Estudar, que apoia jovens no sonho de estudar fora. Atualmente, 27% dos brasileiros nas top 30 universidades dos EUA fazem parte da rede da organização. Entre elas estão as Universidades da Pensilvânia, Chicago, Columbia, Harvard, Stanford e o Massachusetts Institute of Technology (MIT).

As bolsas de estudos variam de acordo com a necessidade do estudante e podem chegar a cobrir 95% dos custos. O apoio financeiro de até R$ 110 mil pode ser aplicado para o pagamento do curso ou, no caso de alunos de universidade pública, cobrir as despesas de manutenção, como moradia, alimentação, transporte etc. Para participar, basta acessar este link.

O contemplado também passa a fazer parte de uma comunidade formada por 790 pessoas que se destacam no mercado de trabalho e terá acesso a mentorias exclusivas. O programa de bolsas Líderes Estudar formou 790 bolsistas em 121 instituições ao redor do mundo.

Para participar, é necessário ser natural do Brasil, ter entre 16 e 34 anos, apresentar excelência acadêmica, e estar em processo de aceitação, matriculado(a) ou cursando o ensino superior no Brasil ou no exterior em uma das quatro categorias de bolsa: graduação completa no Brasil; intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma (intercâmbio), graduação completa no exterior ou pós-graduação no exterior.

Top 30 universidades dos EUA

Georgia Gabriela, formada em Ciência da Computação e Engenharia Elétrica, por Stanford, em 2020, é um exemplo de talento que o programa Líderes Estudar ajudou a chegar mais longe por meio da bolsa de estudos. Nascida em uma comunidade pobre de Feira de Santana, na Bahia, ela é a primeira pessoa em sua família a ter um curso de ensino superior e  hoje trabalha na Apple como Systems Power Engineer, CoreOS Power & Performance.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Projeto do Alicerce Educação desenvolve a base educacional de 60 mulheres

Já é hora de iniciar a cultura do reaproveitamento nas escolas

6 mitos e verdades sobre o impacto do ChatGPT no ensino

Acompanhe tudo sobre:EducaçãoLiderançaCursosFaculdades e universidades

Mais de Bússola

Bússola Cultural: Festival de Inverno de Campos do Jordão chega à sua 54ª edição

A importância do licenciamento de músicas para uso em redes sociais

Brasileiros apresentam a MIT e Harvard primeira tecnologia de treinamento de cirurgiões no metaverso 

SP terá semana dos shoppings centers no Expo Center Norte 

Mais na Exame