Bússola
Um conteúdo Bússola

Vale e Inhotim firmam parceria inovadora para o desenvolvimento socioeconômico de Brumadinho

Cooperação visa garantir gestão sustentável do museu e ampliar acesso por mais uma década, além de fortalecer setor turístico-cultural na região

Hélio Oiticica, Invenção da cor, Penetrável Magic Square #5, De Luxe, 1977, Instituto Inhotim (Brendon Campos/Divulgação)

Hélio Oiticica, Invenção da cor, Penetrável Magic Square #5, De Luxe, 1977, Instituto Inhotim (Brendon Campos/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 26 de junho de 2023 às 09h13.

A Vale firmou um compromisso de longo prazo com o Instituto Inhotim para garantir a sua sustentabilidade e, também, contribuir com o desenvolvimento socioeconômico de Brumadinho e com o fortalecimento do setor turístico-cultural da região. Por meio de uma parceria inovadora no Brasil, serão aportados até R$ 400 milhões em Inhotim nos próximos dez anos. Como resultado, a entrada franca será ampliada, os projetos educativos expandidos e o turismo e a economia local estimulados. Desta forma, a Vale, apoiadora da programação artística e socioeducativa do Museu desde 2008, contribui também com a democratização do acesso ao museu, um dos eixos fundamentais do projeto “O Inhotim de Todos e para Todos”.

Já a partir de julho, a gratuidade, que ocorria uma vez por mês, será estendida a todos os visitantes às quartas-feiras. Além disso, moradores de Brumadinho cadastrados no programa “Nosso Inhotim”, crianças de 0 a 5 anos e guias de turismo credenciados pela Embratur e Cadastur continuam a ter entrada franca todos os dias no Inhotim. 

“Essa parceria inédita fortalece Inhotim como uma instituição viva, dinâmica e relevante na contemporaneidade. Com os recursos, poderemos manter um colecionismo ativo e ampliar nossa programação artística e cultural, além de expandir nossos projetos socioeducativos que já prestaram, ao longo do tempo, mais de 600 mil atendimentos a crianças e jovens de Brumadinho, exercendo um papel transformacional para a comunidade”, declara Lucas Pessôa, diretor-presidente do Inhotim. 

A parceria também prevê ganhos para o desenvolvimento econômico local, especialmente com sua contribuição para o setor turístico cultural. Para além de gerar aproximadamente 700 empregos diretos, Inhotim é a principal força motriz do turismo na região. De acordo com dados do Boletim de Inteligência Turística, uma das ferramentas do Programa de Fomento do Turismo Sustentável em Brumadinho, publicado em dezembro de 2022, o setor de turismo de Brumadinho emprega 1.065 pessoas diretamente e 437 indiretamente, em áreas como hospedagem, alimentação e produção associado ao turismo, como artesanato. 

"A Vale está comprometida com a reparação integral de Brumadinho. Esta parceria inovadora firmada com o Instituto Inhotim visa ao desenvolvimento socioeconômico da região. Por meio dela, esperamos não apenas contribuir para garantir a sustentabilidade deste que é o maior museu a céu aberto do mundo, como também fomentar o setor turístico-cultural de Brumadinho, ampliar oportunidades de geração de renda e de acesso da população à arte, à cultura e à educação". afirma Eduardo Bartolomeo, presidente da Vale. 

O Inhotim de Todos e para Todos

O projeto O Inhotim de Todos e para Todos – que tem como objetivo consolidar a vocação pública da instituição, seu caráter de museu vivo e seu colecionismo ativo – teve como marco inaugural a doação de Bernardo Paz, empresário, colecionador, mecenas e fundador do Inhotim. Em junho de 2022, Bernardo transferiu de forma definitiva para a instituição um inestimável acervo composto de cerca de 330 obras de sua coleção de arte contemporânea nacional e internacional, o que incluiu todas as 23 galerias e obras permanentes do museu, e a área de 140 hectares, que compreende todo o jardim botânico com mais de 4,3 mil espécies de diversos continentes. 

O escopo do programa O Inhotim de Todos e para Todos também contemplou a constituição de uma nova e moderna governança, com ampla representatividade da sociedade civil, e liderada pela diretoria do Instituto Inhotim – Lucas Pessôa e Paula Azevedo – assumida em janeiro de 2022. A iniciativa teve como premissa institucionalizar, cada vez mais, as ações do museu, de forma a garantir sua perenidade, sustentabilidade financeira, democratização do acesso e ampliação da programação artística e socioeducativa.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

PLAY: A curiosa doença de dançar que "explodiu" 6 séculos atrás

Bússola Cultural: semana tem programação especial para o inverno

Circo di Quebrada traz espetáculo em mostra cultural gratuita

Acompanhe tudo sobre:ValeDesenvolvimento econômicoSustentabilidade

Mais de Bússola

Dia Internacional da Mulher na Engenharia: sejamos hoje o modelo para as líderes do futuro

E se seu filho pudesse estudar empreendedorismo desde pequeno? Conheça escola que dá curso na área

Como a Arezzo&Co planeja rastrear 100% da sua cadeia de couro utilizando blockchain

Bússola Poder: Lula paga a conta de Lula e Dilma

Mais na Exame