Bússola
Um conteúdo Bússola

Roberto Justus e Marpa Gestão Tributária lançam MGT Connect

Após empresário se tornar sócio da empresa, o próximo passo é expandir com licenciamento

MGT foi a primeira aposta do empresário na área de gestão tributária (MGT/Divulgação)

MGT foi a primeira aposta do empresário na área de gestão tributária (MGT/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 15 de maio de 2023 às 14h04.

Última atualização em 15 de maio de 2023 às 14h05.

A Marpa Gestão Tributária (MGT), especializada em gestão tributária com foco na recuperação de crédito, contencioso e reestruturação de dívidas, além de defesas judiciais, acaba de lançar o formato de licenciamento. Com escritórios próprios em Porto Alegre, São Paulo e Goiânia, a empresa chega a outros grandes centros como Belo Horizonte e Florianópolis com suas primeiras unidades licenciadas. O plano é abrir 100 unidades pelo país em três meses.

"A MGT cresce aceleradamente porque consegue, no complexo sistema tributário brasileiro, encontrar as grandes oportunidades de gerar resultados financeiros para os clientes através da recuperação de impostos. E tudo isso com base na própria legislação vigente", afirma o sócio Roberto Justus. O empresário se tornou sócio da MGT em junho do ano passado. Justus tem investido em diferentes segmentos, como o financeiro e o de tecnologia, mas a MGT foi sua primeira aposta na área de gestão tributária.

Com R$ 1,5 bilhão em impostos pagos recuperados para seus clientes, a MGT trabalha com seu método próprio, chamado de Metodologia 3Rs. Consiste em "reorganizar" a gestão tributária da empresa para entender seu regime tributário com uma revisão apurada do que foi pago nos últimos cinco anos. Na sequência,  a tarefa é "recuperar" créditos, com um levantamento dos impostos pagos indevidamente durante o período. O último passo é "reduzir" a carga tributária da empresa com base  em 11 formas disponibilizadas pela atual legislação.

Inteligência Artificial para gestão tributária

"A MGT encontrou  alternativas tributárias inovadoras para devolver dinheiro em caixa para as empresas. Uma delas é com a ajuda da inteligência artificial", afirma Michael Soares, sócio da MGT. Com a ajuda de algoritmos, o sistema desenvolvido pela MGT faz uma varredura no histórico tributário de qualquer porte de negócio em no máximo cinco dias. O diferencial do software é sua atualização diária. Uma empresa precisa seguir mais de 829 novas normas por dia útil para estar atualizada com o Fisco, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

O sistema se destaca, ainda, por verificar a melhor oportunidade de adesão entre os programas de regularização tributária do governo federal, tornando possível aproveitar todos os benefícios oferecidos pela renegociação. Também verifica, por exemplo, os impostos pagos indevidamente quando uma empresa é excluída de um programa de parcelamento do governo, como o Refis, e ingressa em outro com os mesmos débitos. "É impossível estar totalmente atualizado sem a ajuda da inteligência artificial", afirma Bitello, que também é professor de direito tributário da ESPM.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Parceria eBay, B2GO e ApexBrasil apoia empresas no e-commerce internacional

VCI S/A conquista selo RA1000 do Reclame Aqui com melhor nota do setor

80% das compras em e-commerce são realizadas por mulheres

Acompanhe tudo sobre:EmpreendedorismoEmpreendedores

Mais de Bússola

Gestão Sustentável: como fazer um bom relatório ESG

Ele começou com 12 anos e um secador achado no lixo. Hoje seu salão fatura R$ 4 mi ao ano

3 dicas para escolher a profissão certa

Setor de bebidas não alcoólicas, catadores e governo criam campanha de conscientização ambiental

Mais na Exame