Um conteúdo Bússola

Plataforma Moov.me quer democratizar a edição de vídeos curtos para PMEs

Desenvolvida pela DNA Conteúdo, a Moov.me oferece a possibilidade de entregar vídeos curtos em até 72 horas
Plataforma visa ser o “Uber” do serviço de edição de vídeo (Bússola/Divulgação)
Plataforma visa ser o “Uber” do serviço de edição de vídeo (Bússola/Divulgação)
B
Bússola

Publicado em 09/09/2022 às 16:30.

Última atualização em 09/09/2022 às 16:40.

Ao longo dos últimos dois anos, no período da pandemia, a DNA Conteúdo, uma consultoria de experiências educacionais corporativas para grandes empresas, observou uma demanda reprimida por vídeos curtos e também do cotidiano, de baixa e média complexidade, editados de forma rápida. Eram pequenas e médias empresas, que, por conta da covid-19, tinham de estar mais presentes no universo digital e nas mídias sociais. Era a oportunidade de criar uma segunda frente de negócios, a Moov.me, que teria como diferenciais, o baixo custo e a velocidade na entrega do serviço de vídeos editados.

A plataforma Moov.me pretende ser a “Uber” do serviço de edição de vídeos curtos, ligando os empresários a uma rede de profissionais qualificados. O objetivo é oferecer, para empresas de pequeno e médio porte, sem orçamento para grandes investimentos no audiovisual, uma forma mais econômica de suprir essa necessidade. Através do site, as empresas vão contratar um número predeterminado de horas de trabalho da Moov.me para montagem desses vídeos de baixa e média complexidade.

Após o envio de todo o material e do briefing, uma primeira versão do vídeo editado é enviada para o cliente em 72 horas. Com planos mensais a partir de R$ 7,2 mil, com direito de até 12 minutos de um vídeo finalizado e com legendas para redes sociais.

“Nosso intuito é ligar os profissionais do audiovisual ao cliente, numa plataforma similar ao de um grande marketplace. Tendo como principais características, a agilidade e o custo ajustado para o bolso das PMEs. Temos expertise e uma equipe de profissionais super qualificada e queremos apoiar e potencializar o crescimento digital dos nossos clientes, por meio da edição de vídeos mais profissionais”, declara o CEO da DNA Conteúdo, Eduardo Mitelman.

Nano e microinfluenciadores

A proximidade com suas comunidades faz dos nanoinfluenciadores — com mil a 10 mil seguidores nas redes sociais — e microinfluenciadores — 10 mil a 100 mil — líderes de engajamento e influência. Para reter e ampliar seu alcance, é necessário que essas pessoas realizem postagens atrativas e só fotos já não satisfazem os seguidores. Os vídeos precisam ter qualidade e boa edição para conquistar as tão desejadas curtidas. Nesse sentido, a Moov.me pode ser a solução definitiva para esse público, que muitas vezes não consegue pagar por esse tipo de serviço em empresas tradicionais.

“Esse segmento do mercado ainda é pouco explorado, apenas influenciadores com milhares de seguidores conseguem dispor de uma equipe interna ou terceirizada, para apoiá-los nas edições. Com a crescente demanda por vídeos nas mídias sociais, esses influenciadores menores podem ter à disposição uma plataforma que vai solucionar de forma ágil e barata suas necessidades”, afirma o executivo.

Moov.me – cases

Startup Mar — é uma startup nova dentro do. segmento de healthtech. Eles precisavam se comunicar de forma rápida nas mídias sociais, onde tinham de apresentar marca, ideia, missão e valores. A startup utiliza a plataforma da Moov.me como um braço do audiovisual, sem precisar contratar ninguém. Como necessitam estar diariamente se comunicando com o seu público (B2C), a Moov.me se tornou um parceiro estratégico da empresa, criando conteúdos de forma rápida e barata. A empresa sabe que um dos pilares do negócio é justamente a comunicação dentro das redes sociais, perante o público B2C e, portanto, ter a Moov.me como parceiro de negócio é fundamental.

Startup Maturi — trabalham com um público de 50+ (anos), com o objetivo de recolocá-los e ajuda-los no mercado de trabalho. A Moov.me criou a MaturiAcademy, que é um grande portal de conteúdo em vídeos. Enquanto aguardam a recolocação, eles se atualizam através desses vídeos pensados para que possam se reciclar, se aprimorar e despertar o empreendedorismo dentro deles. A Maturi grava os próprios vídeos e utiliza a plataforma da Moov.me para editá-los, tornando o material muito mais profissional. Além disso, a Moov.me ajuda no ganho de velocidade.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Acordo com Microsoft é jogada de mestre da Netflix

Layoff: Veja o que é e 6 passos para superá-lo

TikTok vira ferramenta poderosa de marketing