Um conteúdo Bússola

No Setembro Amarelo, startup “alimenta” população com “marmitas”

Aplicativo de saúde emocional IVI promove ativação pelas ruas de São Paulo, uma websérie produzida em um Mustang amarelo e conteúdos exclusivos
Inteligência artificial auxilia na prevenção (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Inteligência artificial auxilia na prevenção (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
B
BússolaPublicado em 15/09/2022 às 15:00.

Por Bússola

A Hisnek, healthtech brasileira que desenvolveu a IVI, primeira assistente virtual de saúde emocional e bem-estar que utiliza inteligência artificial para fazer aprevenção ativa a doenças mentais e promoção à saúde em ambientes corporativos, traz para as ruas de São Paulo, durante o mês de setembro, ações
de conscientização em torno do Setembro Amarelo.

No Brasil, a campanha de prevenção ao suicídio foi idealizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) em conjunto com o Conselho Federal de Medicina(CFM) e Centro de Valorização da Vida (CVV). Porém, a data nasceu nos Estados Unidos em setembro de 1994, após os pais e os amigos de Mike Hemme, jovem que se suicidou aos 17 anos, decidirem distribuir cartões amarrados em fitas amarelas com frases de apoio para pessoas que pudessem estar enfrentando
problemas emocionais.

O legado do jovem começou quando ele resgatou e reformou um Ford Mustang 1968, reconstruindo e pintando o veículo de amarelo brilhante. Assim, ficou cada vez mais conhecido por sua capacidade mecânica e por ajudar outros adolescentes e amigos a reformarem seus carros, se tornando o famoso "Mustang Mike". O mês de setembro tornou-se mundialmente um importante marco para conscientização, prevenção e educação à saúde mental.

Pensando nisso, a Hisnek realizará uma ação especial com uma série de vídeos de histórias contadas de dentro de um Mustang amarelo. A CEO e fundadora da empresa, Carolina Dassie, conduzirá entrevistas com temas centrais e convidados especializados no tema e que já vivenciaram questões sobre o
assunto. Entre os tópicos abordados com os entrevistados, estão: saúde emocional no meio corporativo e digital e como ajudar alguém de forma acolhedora.

A healthtech preparou uma página com conteúdos e recursos exclusivos sobre a data, como saúde mental, e-book para download, curiosidades sobre a campanha Setembro Amarelo e a websérie realizada no Mustang amarelo. Além disso, a empresa irá percorrer as ruas de São Paulo com a ação “Alimente a sua saúde emocional”. Para “alimentar” as pessoas de saúde emocional, serão entregues pequenos refratários que lembram as convencionais “marmitas” de alimentos. Com o objetivo de incentivar o público a olhar com mais cuidado para o bem-estar emocional, na marmita irá conter um QR Code com acesso gratuito à utilização do aplicativo IVI durante sete dias.

“Tenho muita vontade de que consigamos efetivamente mexer o ponteiro da saúde mental. O mais importante é levar informação às pessoas sobre um tema tão importante, em uma data tão relevante como o Setembro Amarelo. Ou seja, quanto mais pessoas a gente conseguir impactar e ajudar a valorizar a vida, melhor”, diz Carolina.

Prevenção e vida

O propósito da IVI é conseguir ajudar as pessoas de forma ativa e efetiva, uma vez que por meio da tecnologia é possível identificar aqueles que estão vulneráveis ou passando por alguma questão específica relacionada à saúde mental. Por isso, o foco principal da campanha da empresa em torno do
Setembro Amarelo é o cuidado, a prevenção, a saúde emocional e a vida.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase um bilhão de pessoas vivem com um transtorno mental no mundo, e, no primeiro ano da pandemia, a prevalência global de ansiedade e depressão aumentou em 25%. Já um estudo da Oracle e Workplace Intelligence realizado em 2020, com mais de 12 mil pessoas em 11 países, apontou que o uso da tecnologia tem sido fundamental para questões relacionadas à saúde mental dentro das organizações.

“O bem-estar das pessoas é algo que eu realmente tenho a intenção e vontade
genuína de ajudar cada vez mais”, afirma.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Chegada das redes 5G ao Brasil ampliará acesso à saúde

Até quando vamos permitir a diáspora de nossos melhores cérebros?

Renata Rivetti: Dinheiro traz felicidade?