Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Inovação e colaboração são essenciais na economia dos soft skills

Habilidades mais propícias para a nova economia passam pelo humanismo, competências sociais e inteligência emocional

Por Alice Salvo Sosnowski*

Que o mundo passou por uma transformação radical nos últimos anos não é mais novidade para ninguém. As evoluções tecnológicas, a automação, a inteligência artificial, a cultura digital e a robótica já fazem parte do nosso dia a dia mudando a forma como interagimos, trabalhamos e vivemos em sociedade.

No entanto, a educação antiga nos ensinou a viver num mundo analógico, onde as habilidades requeridas eram bem diferentes. Aprendemos na escola a acumular conteúdo, lidar com a escassez e competir por espaços limitados no mercado de trabalho.

Agora, a nova economia exige uma outra mentalidade, conectada à inovação, à colaboração e ao protagonismo. Mas como agir assim se aprendemos de outra forma?

A única saída é olhar para dentro e resgatar valores essencialmente humanos, utilizando habilidades que nenhum robô ou máquina é capaz de imitar.

Relacionamento interpessoal, comunicação, liderança, autonomia, compaixão, empatia vão muito além das qualificações técnicas e fazem parte da essência humana que foi atrofiada por uma sociedade industrial mecanicista.

Nunca é tarde, porém, para resgatar nossa essência humana e redescobrir potencialidades subaproveitadas dentro de nós. Como diria o escritor e futurista norte-americano Alvin Toffler: “Os analfabetos do século 21 não serão aqueles que não sabem ler ou escrever, mas aqueles que não sabem aprender, desaprender e reaprender”.

É hora de usar nossa força interior, imaginação, criatividade e energia vital para reaprender habilidades humanas, deixar florescer talentos adormecidos e exercitar a curiosidade, a criatividade e a colaboração para cocriar realidades.

As habilidades mais propícias para a nova economia passam pelo humanismo, pelas competências sociais, pela inteligência emocional e pela capacidade de se adaptar e se transformar na mesma velocidade das tecnologias.

Isso te anima ou te assusta? Se parece difícil, aqui vai uma dica importante: olhe para dentro e identifique aquilo que faz seu coração vibrar. O caminho para exercitar as soft skills nesse novo mundo começa pelo sentir. Confie na sua intuição, transcenda o pensamento lógico e aprenda a usar a sabedoria como fonte de inovação. Aquela capaz de integrar os conhecimentos ancestrais com as inteligências do futuro. Esse é o pulo do gato na nova economia.

*Alice Salvo Sosnowski é jornalista, consultora de negócios e especialista em empreendedorismo e soft skills. Foi eleita em 2019 uma das Top Voices no Linkedin. Criadora da metodologia O Pulo do Gato Empreendedor, que desenvolve habilidades para os desafios do século 21. Atua como mentora de empreendedores, startups e empresas.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também