Acompanhe:

Por Lucas Roberto* 

Diante do surgimento de cada vez mais recursos tecnológicos e das mudanças de comportamento do cliente, que se torna mais protagonista de seu consumo, abrir um negócio exige constante atualização às tendências do mercado. É preciso pensar em soluções criativas para a retenção do consumidor e, claro, para aumentar a receita.  

Em cinemas e aeroportos, os totens de autoatendimento já ganharam os consumidores e agilizaram os processos. A tecnologia que possibilita a compra de ingressos e realização de check-ins para viagens diretamente pelo consumidor também vem se tornando uma tendência no segmento de food service nos últimos meses. 

De acordo com um estudo da Croma Marketing Solutions, 60,4% dos brasileiros pretendem utilizar a tecnologia de autoatendimento para realizar uma compra nos próximos anos. Com consumidores cada vez mais independentes, as plataformas contribuem não apenas para a melhoria da experiência do consumidor como também para incrementar o faturamento de forma criativa.   

A solução ainda possibilita uma visualização mais intuitiva do cardápio, permitindo que o cliente tenha acesso às opções com agilidade, o que aumenta sua autonomia durante todo o processo. Neste caso, ainda é possível criar uma jornada personalizada e que converse com a linguagem da marca, ampliando ainda mais a conexão com seu cliente.  

Outro benefício é a rapidez na entrega dos pratos, já que o sistema envia os pedidos diretamente à equipe da cozinha para que o seu preparo seja iniciado. A tecnologia também evita erros cometidos por atendentes, como um detalhe a mais ou a menos no pedido, que pode ser facilmente esquecido durante o repasse aos cozinheiros. Os totens de autoatendimento também contribuem para a redução de filas em um estabelecimento, evitando a sobecarga dos atendentes, caso o restaurante esteja cheio.   

A tecnologia de autoatendimento ainda reduz custos no estabelecimento. Diante de todas as funções desempenhadas pelos totens, os gestores economizam em contratações de atendentes, além de diminuírem o investimento em material impresso, como cardápios e comandas de papel.  

Com a chegada da era digital, a inovação passou a ser fundamental e, cada dia mais, esse modelo se torna realidade. Com a estratégia certa, o autoatendimento pode ser uma ferramenta essencial para garantir resultados de vendas mais expressivos, bem como para fidelizar o consumidor. Longe de ser um modismo, acompanhar o mercado é questão de inteligência comercial. 

*Lucas Roberto é head de marketing do IFB 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedIn | Twitter | Facebook | YouTube 

Veja também:

As novas fronteiras de atuação do CFO 

Projeto do Alicerce Educação desenvolve a base educacional de 60 mulheres 

Já é hora de iniciar a cultura do reaproveitamento nas escolas

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
24 restaurantes em SP para provar um delicioso carbonara
Casual

24 restaurantes em SP para provar um delicioso carbonara

Há 4 dias

Bob’s em obras: rede investe em reforma de lojas e expansão em SP para faturar R$ 1,5 bi em 2024
seloNegócios

Bob’s em obras: rede investe em reforma de lojas e expansão em SP para faturar R$ 1,5 bi em 2024

Há uma semana

Conheça o azeite brasileiro eleito o melhor do hemisfério sul
Casual

Conheça o azeite brasileiro eleito o melhor do hemisfério sul

Há 4 semanas

"O desafio é saber dosar a publicidade junto ao dia a dia", diz Maisa, embaixadora da Hummm!
seloMarketing

"O desafio é saber dosar a publicidade junto ao dia a dia", diz Maisa, embaixadora da Hummm!

Há um mês

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais