Bússola
Um conteúdo Bússola

Como funciona programa da Prefeitura de Maricá que paga R$ 12 mil a aluno que conclui o Ensino Médio

Contra a evasão escolar, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro criou um programa de estímulo com pagamentos mensais e poupança anual

Ao lado de sua mãe, o aluno Alexandre Costa conta como o programa o ajudou a planejar o futuro
 (Prefeitura de Maricá/Divulgação)

Ao lado de sua mãe, o aluno Alexandre Costa conta como o programa o ajudou a planejar o futuro (Prefeitura de Maricá/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 8 de maio de 2024 às 10h00.

Tudo sobreEnsino público
Saiba mais

Evasão escolar é um problema urgente, que afeta cerca de 5,9% dos estudantes da rede pública de ensino segundo dados mais recentes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). 

O abandono dos estudos prevalece nas famílias de baixa renda. Nelas, problemas externos como gravidez na adolescência ou entrada forçada no mercado de trabalho levam jovens, principalmente do Ensino Médio, a desistir da formação.

Para combater essa realidade, a Prefeitura de Maricá, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, começou um projeto que está doando R$ 12 mil reais para cada aluno da cidade que concluir o Ensino Médio.

  • O valor é repassado por meio do programa Mumbuca Futuro, que começou em 2023.
  • Já são atendidos 1.600 alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio
  • Até o fim de 2024, o investimento anual deve chegar a R$ 5,2 milhões

Como funciona

Cada aluno recebe R$ 50,00 por mês durante 11 meses do ano. No mês de férias não há pagamento.

O estudante recebe ainda R$ 1.200,00 depositados em uma poupança ao fim de cada ano letivo.

  • A cada ano, portanto, cada estudante recebe R$ 1.750,00. 
  • Ao final de sete anos, cada aluno terá recebido R$ 12.250,00. 

O programa ensina educação financeira

Além de estimular a permanência dos estudantes na escola e a conclusão dos níveis de ensino, o Mumbuca Futuro tem como finalidade incentivar a formação educacional dos estudantes a pensar e organizar seu projeto de vida para o futuro.

Os alunos do programa têm aulas no contraturno sobre temas ligados à economia solidária, como:

  • Consumo responsável
  • Agroecologia e soberania alimentar 
  • Comércio justo e finanças solidárias 
  • Empreendimento econômico solidário

No Ensino Médio, as aulas abordam temas teóricos e práticos com a elaboração de plano de negócios solidários.

Construindo perspectivas

A resposta dos alunos tem sido positiva. Para Lucas Leal, de 11 anos, o projeto tem ajudado a entender melhor o que são democracia e direitos humanos, e o coloca um passo mais perto do seu sonho de ser advogado

Às vezes, para ajudar em casa, compro arroz, feijão. E, para mim, eu compro biscoito, chocolate, refrigerante. E o dinheiro que fica guardado, eu pretendo investir na minha faculdade, porque eu quero ser advogado”, conta o jovem matriculado no 7º ano do Fundamental.

“Eu acho esse projeto muito legal porque ajuda as crianças a se desenvolverem, a terem conhecimento financeiro. Eu acho muito importante porque ele aprendeu a ser independente com o projeto”, completa Adriana Dornelas Leal, mãe do menino.

Mas é só se inscrever?

Os estudantes de Maricá inscritos no Mumbuca Futuro tem as seguintes obrigações para cumprir e manter o benefício:

  • Passar de ano
  • Ter pelo menos 75% de frequência. 

Ao concluir o Ensino Médio e sacar os valores depositados ao fim de cada ano, o estudante precisa ainda comprovar o ingresso em uma universidade ou apresentar um projeto de economia solidária, uma marca da gestão pública da cidade.

“Eu também pretendo juntar para futuramente fazer um curso preparatório para passar para o UFF (Universidade Federal Fluminense) para conseguir fazer a faculdade que eu quero. Eu acho o programa muito bom porque cada um tem a oportunidade de ser o que quiser e pode ser ajudado com esse dinheiro”, conclui Alexandre Costa, estudante de 14 anos.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:Ensino públicoRio de Janeiro

Mais de Bússola

E se seu filho pudesse estudar empreendedorismo desde pequeno? Conheça escola que dá curso na área

Como a Arezzo&Co planeja rastrear 100% da sua cadeia de couro utilizando blockchain

Bússola Poder: Lula paga a conta de Lula e Dilma

Bússola Cultural: Festival de Inverno de Campos do Jordão chega à sua 54ª edição

Mais na Exame