Bússola
Um conteúdo Bússola

Alice Sosnowski: Como lidar com pensamentos indesejados?

Criados pela nossa mente para nos proteger, os pensamentos intrusivos causam desconforto e afetam a saúde mental e emocional

Pensamentos intrusivos surgem em nossa mente de forma involuntária (Getty Images/Getty Images)

Pensamentos intrusivos surgem em nossa mente de forma involuntária (Getty Images/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 21 de julho de 2023 às 14h22.

Por Alice de Salvo Sosnowski*

Você está trabalhando calmamente no escritório. De repente, vem aquele pensamento furtivo dizendo que você não desligou o fogão quando saiu de casa, ou então que aquele cumprimento mal humorado do seu chefe foi um sinal de que a sua demissão está a caminho. Pior: além de ser demitido, você não vai ter casa pra morar, porque ela se incendiou com o fogão ligado, lembra?! 

Parece absurdo quando colocado assim não é?! Mas saiba que esses pensamentos são bem mais comuns do que parecem e causam emoções nada agradáveis. No entanto, na maior parte das vezes, ignoramos eles e deixamos as consequências dessas emoções se espalhar no nosso corpo, causando mal estar e até dores físicas. 

Conhecidos como pensamentos intrusivos eles são imagens indesejadas e persistentes que surgem em nossa mente de forma involuntária. Elas não nascem por acaso, e são criadas na mente para nossa sobrevivência, para nos proteger de eventuais perigos que nossos ancestrais enfrentaram. Apesar da intenção positiva, esses pensamentos intrusivos causam  desconforto e interferem na nossa saúde mental e emocional

Psicoterapia e técnicas de relaxamento

A psicologia, em especial a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), oferece diversas técnicas eficazes para lidar com esses pensamentos intrusivos. A principal delas é identificar esses pensamentos. Por isso, é preciso estar atento aos nossos padrões mentais e questionar quando algum pensamento passa a nos incomodar fisicamente: será que é mesmo uma proteção ou apenas um gatilho de stress

Use a razão para analisar a origem do pensamento e, se for o caso, troque por observações mais realistas, como por exemplo: claro que você desligou o fogão, senão, ao sair de casa, teria notado a chama do fogo. Ou: o seu chefe te cumprimentou secamente porque teve insônia à noite, não tem nada a ver com você! 

Esse confronto mental te ajuda a acalmar o desconforto e treina sua mente para racionalizar pensamentos disfuncionais. Outra técnica muito utilizada é o mindfulness que trabalha com a atenção plena ao momento presente. Assim, quando você perceber que o pensamento intrusivo ocupou a sua mente, é hora de se concentrar no seu corpo e fazer respirações profundas. Aos poucos você sai da mente e foca nas sensações concretas como frio ou calor, os cheiros do ambiente, os sons ao redor. Aproveite para dar uma volta, beber um copo de água, escutar uma música ou conversar com alguém sobre assuntos aleatórios 

Todas essas técnicas, reduzem a ansiedade e a intensidade dos efeitos que os pensamentos intrusivos causam na nossa mente e corpo. Lidar com tudo isso exige prática e paciência, mas é um caminho eficaz na busca do autoconhecimento e do bem-estar. 

*Alice de Salvo Sosnowski é jornalista, consultora e especialista em empreendedorismo e soft skills. Foi eleita uma das Top Voices no Linkedin. Criadora da metodologia O Pulo do Gato Empreendedor, que desenvolve habilidades para os desafios da nova economia

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Gestão humanizada é pauta expoente no meio jurídico

Porque os projetos internacionais precisam ser geridos com sotaques locais

CEOs: É sobre isso

Acompanhe tudo sobre:saude-mentalAnsiedadePsicologia

Mais de Bússola

Bússola Poder: Lula paga a conta de Lula e Dilma

Bússola Cultural: Festival de Inverno de Campos do Jordão chega à sua 54ª edição

A importância do licenciamento de músicas para uso em redes sociais

Brasileiros apresentam a MIT e Harvard primeira tecnologia de treinamento de cirurgiões no metaverso 

Mais na Exame