Randolfe e Gleisi acionam PGR para decretar intervenção federal no DF

Líder do governo no Congresso e presidente do PT se manifestam após bolsonaristas invadirem Congresso, Planalto e STF em Brasília

Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder do governo no Congresso (Pedro França/Agência Senado)

Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder do governo no Congresso (Pedro França/Agência Senado)

BQ

Beatriz Quesada

Publicado em 8 de janeiro de 2023 às 16h34.

Última atualização em 8 de janeiro de 2023 às 17h48.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder do governo no Congresso Nacional, afirmou neste domingo, 8, que ele a a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, acionaram a Procuradoria-Geral da República (PGR) para que pedir intervenção federal na segurança pública do Distrito Federal.

A reação ocorre após a invasão Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, por bolsonaristas na tarde deste domingo.

Randolfe disse ainda que protocolou dois pedidos ao Supremo Tribunal Federal (STF). O primeiro é a prorrogação do inquérito dos atos antidemocráticos a partir da invasão de hoje.

O segundo é o impedimento de posse de Anderson Torres, da Secretaria de Justiça do DF. Torres é ex-ministro de Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro e vinha sendo criticado por não agir de forma assertiva para conter os bolsonaristas. No final da tarde, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) determinou a exoneração de Torres.

Acompanhe tudo sobre:BrasíliaCongresso

Mais de Brasil

Brasil bate recorde de conflitos no campo em 2023; indígenas são as maiores vítimas

Ruralistas veem chance de avanço na pauta anti-invasão com imbróglio entre Lira e governo Lula

Calor fora de época atingirá SP e mais regiões do Brasil; veja previsão do tempo

Veja o passo a passo para tirar sua 2 via de conta da Enel

Mais na Exame