Acompanhe:

Projeto de taxação de fundos de alta renda pode ser votada hoje na Câmara

Depois de ter ficado duas semanas no exterior para participar de missões oficiais, a expectativa era de que Lira colocasse em votação

Modo escuro

Continua após a publicidade
Câmara dos Deputados: a base aliada cresceu, mas 246 deputados ainda não embarcaram (Andressa Anholete/Bloomberg/Getty Images)

Câmara dos Deputados: a base aliada cresceu, mas 246 deputados ainda não embarcaram (Andressa Anholete/Bloomberg/Getty Images)

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), adiou para esta quarta-feira, 25, reunião de líderes que seria realizada nesta terça, 24, para definir a pauta de votação da Casa nesta semana. Com isso, o projeto de lei sobre a taxação de fundos de alta renda (exclusivos e offshore) deve ser apreciado apenas a partir de hoje em plenário.

Depois de ter ficado duas semanas no exterior para participar de missões oficiais, a expectativa era de que Lira colocasse em votação, já ontem, o projeto e, assim, avançasse com o pacote econômico do ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Adiamentos

Como vem mostrando o Estadão/Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, os frequentes adiamentos na votação do projeto ocorrem em meio a críticas de parlamentares com a demora do governo em aceitar pleitos das bancadas, como a entrega de cargos na Caixa.

Além disso, o texto enfrenta resistência da bancada do agronegócio, que vê riscos para a manutenção dos Fiagros, fundos de investimento em cadeias agroindustriais. A primeira versão da proposta - enviada pelo governo ao Congresso no fim de agosto - determinava que o benefício seria válido apenas para fundos com, no mínimo, 500 cotistas. Hoje, a régua mínima é de 50 cotistas.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Lula veta trecho sobre visita a parentes na lei que restringe 'saidinha' de presos
Brasil

Lula veta trecho sobre visita a parentes na lei que restringe 'saidinha' de presos

Há um dia

Cresce preferência do governo para apoiar Brito à presidência da Câmara após caso Brazão
Brasil

Cresce preferência do governo para apoiar Brito à presidência da Câmara após caso Brazão

Há um dia

Câmara dos Deputados vai realizar audiência pública sobre segregação patrimonial em cripto
Future of Money

Câmara dos Deputados vai realizar audiência pública sobre segregação patrimonial em cripto

Há um dia

Câmara mantém prisão de Chiquinho Brazão por caso Marielle
Brasil

Câmara mantém prisão de Chiquinho Brazão por caso Marielle

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais