PMDB debate saída do governo em reunião no dia 29

Se confirmado, desembarque do partido da base aliada do governo deve complicar chances de Dilma evitar um impeachment

São Paulo - O PMDB decidirá se permanece ou não no governo da presidente Dilma Rousseff em reunião do diretório nacional marcada para o dia 29 deste mês, informou o partido nesta quinta-feira, depois de a convenção nacional da legenda definir no último fim de semana que a decisão sobre eventual rompimento seria tomada em até 30 dias.

"Estamos convocando o diretório nacional do PMDB para terça-feira, dia 29, deliberar sobre a imediata ruptura do PMDB com o governo", disse o deputado federal Mauro Mariani (PMDB-SC), que também preside o diretório catarinense do partido.

"Nós estamos antecipando, pedindo para que o diretório delibere imediatamente, que não aguarde os 30 dias. Já temos número suficiente para a convocação do diretório", afirmou Mariani a jornalistas.

A decisão do partido de antecipar o encontro que pode definir o rompimento com o governo Dilma acontece no mesmo dia em que o peemedebista Mauro Lopes foi empossado como ministro da Aviação Civil, após a convenção do partido proibir filiados ao PMDB de assumirem novos cargos no governo.

A nomeação de Lopes irritou caciques peemedebistas e o vice-presidente Michel Temer, que também é o presidente do PMDB, não compareceu à posse do correligionário.

O ex-ministro da Aviação Civil Eliseu Padilha, que é próximo a Temer, disse no Twitter que mais de dez deputados do PMDB e vários diretórios estaduais do partido protocolaram nesta quinta representação pedindo a expulsão de Lopes do partido.

Maior sigla da base de apoio de Dilma, o PMDB ocupa atualmente sete ministérios no governo da petista.

Se confirmado, o desembarque do partido da nau governista deve complicar as chances de Dilma evitar um processo de impeachment, cujo pedido de abertura já tramita na Câmara dos Deputados.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também