A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Orçamento terá reserva maior para mínimo, diz Paulinho

Valor deve chegar aos R$ 6,6 bilhões, sendo R$ 1 bilhão para o Bolsa Família

O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, afirmou hoje que o representante do governo na Comissão Mista do Orçamento (CMO), deputado Gilmar Machado (PT-MG), comprometeu-se em fazer uma reserva maior de recursos para elevar o salário mínimo e os benefícios previdenciários de quem ganha mais que o salário mínimo.

Segundo Paulinho, Machado deve reservar R$ 6,6 bilhões, sendo R$ 1 bilhão para o Bolsa Família. O valor seria suficiente para elevar o mínimo para R$ 560 no próximo ano e reajustar as aposentadorias dos que ganham acima do mínimo em 7,5%. O relatório final do Orçamento prevê um salário mínimo de R$ 540. Machado afirmou, no entanto, que haverá uma reserva, mas o dinheiro não será carimbado.

Com essa sinalização de Machado, Paulinho afirmou que o PDT não deve atrapalhar a votação do relatório do orçamento na CMO. Porém, no próximo ano vai continuar insistindo em um aumento do mínimo para R$ 580 e um reajuste de 10% para os aposentados. Segundo o presidente da Força Sindical, é preciso reservar o máximo de recursos no Orçamento para minimizar os confrontos no próximo ano. Machado trabalha para que o relatório seja aprovado hoje na comissão para que amanhã seja votado no Plenário pelos parlamentares da Casa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também