Número de vacinados contra a covid-19 no Brasil chega a 528,2 mil

Com a chegada de duas milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford da Índia, Brasil passa a vacinar com duas vacinas

O número de pessoas vacinadas contra a covid-19 no Brasil chegou neste sábado, 23, a 528.288, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a 12 estados e o Distrito Federal. Sete Estados apresentaram dados novos entre esta sexta-feira, 22, e este sábado, 23.

Em São Paulo, o número de vacinados chegou a 123.634. O governador João Doria (PSDB) participou da imunização na comunidade Quilombo Ivaporunduva, em Eldorado, no Vale do Ribeira.

"Os quilombolas serão vacinados, assim como os indígenas. É um ato humanitário, é um gesto correto da ciência e da saúde imunizar os indígenas do nosso Estado e a comunidade quilombola", disse Doria em nota divulgada à imprensa.

O país dispõe agora de 12,1 milhões de doses. Seis milhões da vacina Coronavac já foram distribuídos aos estados no início da semana após a liberação pela Anvisa.

Outras duas milhões de doses, essas de Oxford/AstraZeneca, chegaram ao país nesta sexta-feira, 22, e tiveram a distribuição iniciada neste sábado, 23. O Instituto Butantan deverá liberar mais de 4 milhões de doses da Coronavac após aval já concedido pela Anvisa.

Veja a lista completa de doses aplicadas nos Estados que forneceram os dados:

- SP - 123.634

- BA - 78.586

- RS - 74.586

- RJ - 58.465

- PR - 57.200

- PE - 34.336

- CE - 33.689

- MS - 16.775

- MA - 15.348

- DF - 15.134

- RN - 10.315

- ES - 9.797

- PB - 423

Chegada de vacinas da Índia

Uma semana após ser aprovada, a vacinas contra a covid-19 de AstraZeneca/Oxford começou a ser distribuída aos estados neste sábado, 23.

As doses chegaram da Índia na noite de sexta-feira, 22, e a equipe da Fundação Oswaldo Cruz — que é parceira da AstraZeneca nos testes e futuramente na fabricação da vacina — passou a noite preparando os lotes.

A remessa será distribuída para todos os estados, mas o envio para o Amazonas foi priorizado, em face da crise vivida pela capital, Manaus.

Foram duas milhões de doses prontas compradas do Instituto Serum, na Índia. Havia uma expectativa de que as vacinas chegassem antes de domingo, 17, mas a Índia optou por começar a vacinar primeiro sua população antes de iniciar a exportação.

A Fiocruz também disse neste sábado que não descarta a compra de um novo lote de doses prontas. As novas doses seriam adquiridas caso o insumo farmacêutico ativo (IFA), que será utilizado na produção nacional, demore a chegar da China.

A entrega do insumo era esperada para janeiro, mas, agora, está prevista para chegar “por volta do dia 8 de fevereiro”, segundo a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima. A compra de mais doses prontas, no entanto, ainda está em negociação e não há data e quantidade definidos para o novo lote. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.