Metalúrgicos da Usiminas fazem ato por reajuste salarial

Sindicato informou que no início da manhã funcionários bloquearam portarias da usina, o que teria levado a um atraso de aproximadamente duas horas na produção

São Paulo – Os metalúrgicos da Usiminas participaram nesta sexta-feira, 19, de manifestação pela campanha salarial, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga e Região (Sindipa).

O sindicato informou que no início da manhã funcionários bloquearam as portarias da usina, o que teria levado a um atraso de aproximadamente duas horas para o início da produção.

Segundo o sindicato, os trabalhadores estão em plena reivindicação pela campanha salarial e a proposta de ajuste apresentada pela companhia em reunião com o sindicato na semana passada foi rejeitada.

Procurada, a Usiminas confirmou que houve uma manifestação “nos arredores da usina, sem confronto, o que provocou certo atraso, mas sem prejuízos à produção”.

“A usina opera normalmente”, informa a companhia.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.