Brasil

Julgamento de Bolsonaro no TSE: veja horário e onde assistir ao vivo nesta sexta-feira

Quarto dia de julgamento começa às 12h; se condenado, Jair Bolsonaro poderá ficar inelegível por oito anos

A sessão poderá ser acompanhada pelo canal do YouTube do TSE (Jair Bolsonaro/ Facebook/Reprodução)

A sessão poderá ser acompanhada pelo canal do YouTube do TSE (Jair Bolsonaro/ Facebook/Reprodução)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 29 de junho de 2023 às 17h40.

Última atualização em 30 de junho de 2023 às 12h46.

O julgamento do ex-presidente Jair Bolsonaro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) será retomado nesta sexta-feira, às 12h.

Leia mais: Julgamento de Bolsonaro no TSE: o placar final importa

Este é o quatro dia do julgamento que pode cassar os direitos políticos de Bolsonaro por oito anos. O placar está 3 a 1 pela condenação do ex-presidente. Faltam os votos de três ministros.

Como será o julgamento de Bolsonaro hoje?

Devem votar na sessão desta sexta-feira, nesta ordem, os ministros:

  • Cármen Lúcia (vice-presidente do tribunal)
  • Nunes Marques
  • Alexandre de Moraes (presidente do tribunal)

Um ministro pode pedir vista do processo, o que adiaria a conclusão do julgamento. Pelas regras do TSE, os ministros terão prazo de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias, para devolver o processo ao plenário. A contagem do prazo, porém, ainda fica suspensa durante o recesso do Judiciário, que será no mês de julho. O que pode resultar que a votação seja encetada apenas em setembro. Dentro do TSE,  porém, existe a expectativa para a conclusão da acão nesta sexta-feira.

Como assistir o julgamento do Bolsonaro no TSE ao vivo?

A sessão poderá ser acompanhada pelo canal do YouTube do TSE, que fará transmissão ao vivo, ou pela TV Justiça, disponível no canal 9 da televisão.

Julgamento de Bolsonaro no TSE ao vivo

yt thumbnail

Qual é o placar do julgamento de Bolsonaro no TSE?

Até o momento, o placar está 3 a 1, com três votos desfavoráveis para o ex-presidente. Já o ex-ministro e general da reserva Walter Braga Netto já conquistou maioria para sua absolvição, com unanimidade até o momento.

Quais ministros ainda vão votar no julgamento de Bolsonaro no TSE?

Até o momento, votaram o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Benedito Gonçalves, relator da ação contra Bolsonaro, o ministro Raul Araújo, único a favor do ex-presidente, e os ministros Floriano de Azevedo Marques e André Ramos Tavares. Nesta sexta-feira, devem votar a vice-presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, o ministro Nunes Marques e, por último, o presidente da Corte, ministro Alexandre de Moraes.

Por que Bolsonaro é julgado no TSE?

A Corte analisa ação movida pelo PDT no ano passado, em que o partido acusa o ex-presidente de ter cometido abuso de poder político e dos meios de comunicação em reunião com embaixadores. A poucos meses das eleições em que concorria à reeleição, Bolsonaro divulgou informações falsas sobre o processo eleitoral brasileiro a embaixadores em encontro transmitido pela TV Brasil.

Bolsonaro inelegível?

Se for condenado, Bolsonaro ficará inelegível por oito anos, até 2030. Nesse caso, ele ainda poderá apresentar embargos de declaração dentro da própria Corte Eleitoral. Bolsonaro também poderia recorrer acionando o Supremo Tribunal Federal (STF).

Acompanhe tudo sobre:Jair BolsonaroTSEJustiçaPolítica

Mais de Brasil

"Na maioria dos vetos, o governo saiu vitorioso", diz Randolfe Rodrigues sobre sessão na Câmara

Resiliência climática: o que o Brasil pode aprender com outros países?

TJ derruba liminar e destrava programa habitacional de Ricardo Nunes em SP

Congresso derruba vetos de Lula e volta a proibir 'saidinha' de presos

Mais na Exame