Brasil

Em encontro com Lula, Honda anuncia investimentos de R$ 4,2 bilhões no Brasil

O aporte será concentrado na introdução da tecnologia de veículos híbridos; no segundo semestre de 2025, empresa espera lançar novo modelo de SUV no país

Luiza Vilela
Luiza Vilela

Repórter de POP e Redatora da Homepage

Publicado em 19 de abril de 2024 às 19h16.

Última atualização em 19 de abril de 2024 às 19h21.

Tudo sobreCarros elétricos
Saiba mais

Nesta sexta-feira, 19, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu Arata Ichinose, o presidente da Honda para a América do Sul, no Palácio do Planalto. O encontro veio para divulgação do anúncio de um novo ciclo de investimentos da montadora, de R$ 4,2 bilhões entre 2024 e 2030.

Carros elétricos chineses já preocupam Nissan e Honda

O aporte será concentrado na introdução da tecnologia de veículos híbridos e a empresa espera, com o investimento, criar 1,7 mil novos empregos diretos e mais de 3,5 mil indiretos nos próximos seis anos. A reunião foi acompanhada pelo vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, e o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa.

"A Honda já está aqui há mais de 50 anos. A partir do momento que teve uma definição clara no programa Mover, nos permitiu definir os R$4,2 bilhões para investimentos até 2030. Começaremos um segundo turno de produção na nossa fábrica de Itirapina a partir de segunda-feira. Estamos com uma sequência de demandas", anunciou Roberto Akiyama.

Rumo aos elétricos

A Honda já fabricou mais de 30 milhões de motos no país em sua fábrica de Manaus. São R$ 9 bilhões em estoque para investimentos no Brasil,  considerando apenas o setor automotivo.

A empresa prevê o investimento após o governo federal anunciar incentivos para produção de veículos movidos a energia renovável, por meio do programa Mover. Ainda não há prazo para o motor híbrido flex da Honda ficar pronto. No segundo semestre de 2025, porém, a empresa vai lançar um novo modelo de SUV no país.

Apesar do anúncio do investimento, a montadora ainda não tem modelos de carro híbrido flex no Brasil. Akiyama destacou que o modelo SUV será de entrada, com tecnologia exclusiva para o etanol brasileiro.

(Com Agência O Globo)

Acompanhe tudo sobre:HondaLuiz Inácio Lula da SilvaInvestimentos de empresasCarros elétricos

Mais de Brasil

RS: eleitor tem até quinta-feira para regularizar ou transferir título

Governo flexibiliza Lei de Licitações para casos de calamidade como o Rio Grande do Sul

Sobe para 157 número de mortos devido às fortes chuvas no RS; veja serviços parados

Fortes chuvas devem atingir Sul e Nordeste; RS deve enfrentar frio intenso

Mais na Exame