Brasil

O frio vai continuar em São Paulo? Veja como ficam as temperaturas na semana

Massa de ar frio permanece na cidade desde o último fim de semana e é a repsonsável pela mudança no tempo

Publicado em 28 de maio de 2024 às 10h16.

O frio deve continuar na cidade de São Paulo pelo menos até o fim desta semana, de acordo com o Climatempo. Desde o fim de semana do dia 25, as temperaturas na capital paulista seguem em queda. Isso porque uma massa de ar frio se deslocou do Sul para o Sudeste e sua dissipação está sendo dificultada por um bloqueio atmosférico causado por uma massa de ar seco.

As chuvas causadas pela mudança de tempo que acompanharam os paulistanos entre a madrugada de domingo, 26, e ao longo da segunda-feira, 27, dão lugar ao tempo seco, mas ainda frio. Segundo o Intituto Nacional de Meteorologia (Inmet), até o próximo dia 1 de junho, as temperaturas devem variar entre 10°C e 21°C.

Temperaturas

No decorrer do dia o tempo melhora e o sol aparece entre nuvens, mas os ventos que passam a soprar de sul e sudeste com rajadas moderadas, até 40Km/h, trazem ar mais frio e ajudam a manter a sensação térmica baixa. Dessa forma, os termômetros não devem superar os 21°C e as temperaturas entram em declínio no final do dia, com previsão de mínimas em torno dos 13°C para o período da noite.

Na quarta-feira, 29, a maior presença de sol ajuda a amenizar a sensação de frio, mas temperaturas irão continuar entre 11°C e 20°C.

A quinta-feira, 30, segue com sol entre nuvens, porém a sensação ainda deve ser de frio no decorrer do dia. A madrugada promete ser gelada com termômetros oscilando em torno dos 10°C, enquanto que as temperaturas máximas devem permanecer abaixo dos 20°C. Apesar do aumento de nebulosidade no final do dia, não há condição de chuva para a Grande São Paulo.

 

Acompanhe tudo sobre:Clima

Mais de Brasil

Governo abre consulta pública para novo modelo de pedágio

Governo do RS promete investir R$ 86 milhões para fazer 750 casas para vítimas de enchentes

Pressionado por greve, Lula vai anunciar obras e aumento de verba para universidades federais

Mais na Exame