Brasil

Famílias do RS já podem confirmar dados para receber Auxílio Reconstrução; veja como fazer

Benefício voltado para famílias afetadas pelas enchentes no estado será pago em uma parcela de R$ 5,1 mil

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 27 de maio de 2024 às 16h44.

Última atualização em 27 de maio de 2024 às 16h58.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

Famílias que foram desalojadas ou desabrigadas pelas enchentes que atingem o Rio Grande do Sul podem, a partir desta segunda-feira, confirmar seus dados para inscrição no Auxílio Reconstrução do governo federal.

A confirmação deve ser feita no site do Auxílio Reconstrução.

Instituído pelo governo na semana passada, o benefício será pago em uma parcela única via Pix. O valor deve ser usado para auxiliar famílias que perderam casas e bens nas chuvas e enchentes que atingem o estado desde o final de abril.

O processo do cadastro foi iniciado na semana passada, com as prefeituras recolhendo as informações dos atingidos, que foram enviadas ao Ministério de Desenvolvimento Regional. Agora, o responsável pela família deve confirmar os dados no site do governo.

Após a confirmação dos dados, as informações da família beneficiária serão enviadas à Caixa Econômica Federal para conferência e pagamento, que deve ser feito em 48 horas na conta do responsável familiar cadastrado.

Não é preciso abrir uma conta bancária para receber o valor. A Caixa Econômica Federal realiza o pagamento em uma conta já existente ou abre uma nova conta para o beneficiário, que acessará o dinheiro com o aplicativo Caixa TEM.

Para identificar quem deve receber o auxílio e evitar golpes, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) colheu dados de 270 satélites para poder apontar exatamente onde ocorreram as enchentes nos municípios gaúchos. A Dataprev cruzou esses dados para identificar quem deve receber o Auxílio Reconstrução a partir desta semana.

Acompanhe tudo sobre:Enchentes no RSRio Grande do Sul

Mais de Brasil

PL do Aborto gera manifestações em ao menos oito cidades

Rio quer atrair investimentos da Arábia Saudita e criar hub para Data Centers - inclusive submarinos

Microexplosão atinge município gaúcho de São Luiz Gonzaga

Combate ao fogo no Parque de Itatiaia continua, sem previsão de fim

Mais na Exame