Brasil

Disputa pela prefeitura de Belo Horizonte tem empate entre seis candidatos, aponta pesquisa Futura

Bruno Engler (PL), Carlos Viana (Podemos), João Leite (PSDB), Rogério Correia (PT), Duda Salabert (PDT) e Fuad Noman (PSD) estão empatados tecnicamente

Belo Horizonte faz parte do grupo de dez cidades que dividem a primeira posição em coleta de esgoto, segundo ranking de 2024 (Leandro Fonseca/Exame)

Belo Horizonte faz parte do grupo de dez cidades que dividem a primeira posição em coleta de esgoto, segundo ranking de 2024 (Leandro Fonseca/Exame)

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 27 de maio de 2024 às 16h19.

Última atualização em 28 de maio de 2024 às 08h16.

Tudo sobreEleições 2024
Saiba mais

Na corrida pela prefeitura de Belo Horizonte, a pesquisa da empresa 100% Cidades, em parceria com a Futura Inteligência, obtida com exclusividade pela EXAME, aponta para um cenário embaralhado com seis candidatos em empate técnico. 

O deputado estadual Bruno Engler (PL), que terá apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro, aparece à frente com 14,8%, o senador Carlos Viana (Podemos) tem 14,2% e o ex-deputado estadual João Leite (PSDB) tem 10,9%. Na sequência, o deputado federal Rogério Correia (PT) tem 10,5%, a deputada federal Duda Salabert (PDT) aparece com 9,3% e o atual prefeito Fuad Noman (PSD) tem 8,8%. Todos os nomes estão empatados dentro da margem de erro.

Outros candidatos como Ana Paula Siqueira (REDE), Gabriel Azevedo (MDB), Bella Gonçalves (PSOL) e Luísa Barreto (NOVO) têm menos de 4% cada. Barreto terá apoio do governador de Minas Gerais Romeu Zema. Apesar dos 10 nomes apresentados, 11,7% dos eleitores afirmaram que vão votar branco ou nulo e 12,6% estão indecidos.

  • Bruno Engler (PL): 14,8%
  • Carlos Viana (Podemos): 14,2%
  • João Leite (PSDB): 10,9%
  • Rogério Correia (PT): 10,5%
  • Duda Salabert (PDT): 9,3%
  • Fuad Noman (PSD): 8,8%
  • Ana Paula Siqueira (REDE): 3,4%
  • Gabriel Azevedo (MDB): 1,9%
  • Bella Gonçalves (PSOL): 1,3%
  • Luísa Barreto (NOVO): 0,5%
  • Branco/nulo: 11,7%
  • Indeciso: 12,6%

Atual prefeito lidera pesquisa espontânea

Em quinto lugar na pesquisa estimulada, Noman lidera o cenário espontâneo com 7,1%, empatado pela margem de erro com Engler, que tem 6,4%. Rogério Correia aparece com 4,7% e Duda Salabert tem 2,6%. Os demais candidatos não somam mais de 2%.

O alto número de candidatos não diminuiu os eleitores de indecisos, que chegam a 59,2%. Além disso, 10,2% dos eleitores afirmaram que votariam em branco, nulo ou em nenhum candidato.

A pesquisa Futura/100% cidades foi registrada no TSE como MG-09008/2024 e ouviu 1.000 pessoas entre os dias 5 e 9 de abril, usando a abordagem CATI (entrevista telefônica assistida por computador). A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais para um nível de confiança de 95%. 

Quando vai ser a próxima eleição para prefeito?

As eleições municipais de 2024 vão acontecer no dia 6 de outubro de 2024, o primeiro domingo do mês. Já o segundo turno, se houver, deve acontecer no último domingo do mês, dia 27 outubro, nas cidades com mais de 200.000 eleitores em que a candidata ou candidato mais votado à prefeitura não tenha atingido a maioria absoluta, isto é, metade mais um dos votos válidos (excluídos brancos e nulos).

Acompanhe tudo sobre:Eleições 2024

Mais de Brasil

Após crítica de Lula a Campos Neto, Lira defende autonomia do Banco Central

Brasil fica entre os piores em teste de criatividade do Pisa; conheça as questões

Linha 9-Esmalda da CPTM opera com intervalo maior entre estações nesta terça-feira, 18

Uma mulher é estuprada no país a cada 46 minutos; vítimas mais frequentes têm de 10 a 14 anos

Mais na Exame