Brasil

Ciro Nogueira diz que PP apoia indicado de Bolsonaro para vice de Nunes

Presidente do Progressistas concordou com a indicação de Mello Araújo, ex-presidente do Ceagesp, para a posição

Senador Ciro Nogueira (PP) (Marcos Corrêa/PR/Flickr)

Senador Ciro Nogueira (PP) (Marcos Corrêa/PR/Flickr)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 17 de junho de 2024 às 16h12.

Última atualização em 17 de junho de 2024 às 16h16.

Tudo sobreEleições 2024
Saiba mais

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), almoçou nesta segunda-feira com o senador Ciro Nogueira, presidente do PP, e ganhou seu apoio para indicar como vice o coronel aposentado da Polícia Militar Ricardo Mello Araújo. Com isso, o nome indicado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ganha ainda mais força.

"Estamos com ele em qualquer hipótese porque acreditamos no seu projeto, mas achamos que pela liderança do presidente Bolsonaro e do governador Tarcísio, a indicação tem que partir dos dois", afirmou Nogueira em conversa com a imprensa logo após o almoço. "Se ela [a indicação] vier a acontecer, vai contar com nosso apoio e o nosso entusiasmo."

Na semana passada, alguns representantes do Progressistas haviam se posicionado contra o nome de Mello Araújo para o posto de vice, já que uma ala defende o nome do deputado federal Coronel Telhada (PP) para o posto.

Outros partidos, como o União Brasil, o Republicanos e o PSD também disputam a vaga, entretanto, Nunes têm sido pressionado cada vez mais a acatar a sugestão de Bolsonaro, especialmente após entrada do ex-coach Pablo Marçal (PRTB) na disputa eleitoral, como pré-candidato a prefeito.

Na semana passada, o governador Tarcísio de Freitas também passou a defender publicamente a composição da chapa com o ex-presidente da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), que é o indicado de Bolsonaro para o posto desde janeiro. Na sexta, Tarcísio, Bolsonaro e Mello Araújo foram recebidos pelo prefeito para um almoço, no qual foi reforçada a preferência do ex-PM para o cargo.

Nunes afirmou, nesta segunda, que fará um jantar para reunir os integrantes de todos os 11 partidos que compõem sua base. Tarcísio será o organizador do encontro, que deve ocorrer entre quarta e quinta-feira. A expectativa é que o nome do vice do emedebista seja definido até o fim da semana.

"O Progressistas vem hoje com uma posição muito clara, de que tem o nome deles colocado, que é legítimo, mas eles entendem que uma indicação do presidente Bolsonaro e do governador Tarcísio deve realmente fazer com que esse nome tenha mais força. A gente ainda tem de conversar com outros partidos, o PSD segue na linha da indicação do Tarcísio. A gente está tendo esse diálogo", disse o prefeito. "A gente tem muitos partidos, vamos falar com todos, e no final vamos ter o consenso de todos. Não houve um personagem que falou ‘vai ser isso e pronto e acabou’, é uma verdadeira ação democrática."

Acompanhe tudo sobre:Eleições 2024Ciro NogueiraRicardo Nunes

Mais de Brasil

Com esquerda em peso e até bolsonarista, PSD oficializa candidatura de Paes sem definir vice

Vamos colocar a periferia em primeiro lugar, diz Boulos ao oficializar candidatura ao lado de Lula

Fuad e Kassab apostam em discurso moderado e feitos da gestão para reeleição em prefeitura BH

Detentos fazem rebelião e incendeiam presídio em Franco da Rocha, na Grande SP

Mais na Exame