Brasil

Chuvas no RS: Guaíba sobe novamente em Porto Alegre e se aproxima de 5 metros

Rio tinha voltado aos 4,94m e pode atingir 5,60 metros nos próximos dias, de acordo com estimativa feita pela Defesa Civil do estado gaúcho

Rio Guaíba, em Porto Alegre (AFP)

Rio Guaíba, em Porto Alegre (AFP)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 13 de maio de 2024 às 15h08.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

O Guaíba está acima da cota de inundação, e nos últimos dias está sendo afetado por um repique, quando o nível que havia baixado volta a subir. Após chegar à mínima de 4,57 metros às 14h da sexta-feira, nesta segunda-feira, em registro feito às 13h15, o Guaíba tinha voltado aos 4,94 metros. Lembrando que a cota de alerta é de 2,5 metros e a de inundação, 3 metros.

O nível do Guaíba pode chegar a 5,60 metros nos próximos dias, de acordo com estimativa feita pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul. Caso a projeção se confirme, as águas do lago vão superar em 25 centímetros o recorde histórico registrado no local.

A cota máxima do Guaíba foi observada em 4 de maio, quando os medidores chegaram a 5,35 metros. O recorde anterior era da enchente de 1941, quando o nível do Guaíba alcançou os 4,74 metros.

"A Defesa Civil do Estado afirma que a Sala de Situação projeta expectativa de elevação de aproximadamente 5,50 a 5,60 metros em Porto Alegre para os próximos dias, de acordo com os modelos analisados ao longo do domingo, 12 de maio", informou o órgão gaúcho, em nota.

Nove de dez pontos de medição em rios e lagoas monitorados pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul estão acima da cota de inundação, de acordo com os dados hidrológicos do Departamento de Gestão de Recursos Hídricos e Saneamento (DRHS) da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) do Rio Grande do Sul.

A cota de inundação marca o nível no qual os primeiros danos são observados na região afetada. Os registros mais recentes apontam que apenas o rio Uruguai, na altura do município de Garruchos, na fronteira com a Argentina, está abaixo da cota.

Acompanhe tudo sobre:Enchentes no RSRio Grande do SulPorto AlegreChuvas

Mais de Brasil

Gonet diz que 'não faz sentido' proibir delação premiada de presos, proposta em discussão na Câmara

STF tem maioria para derrubar pontos da reforma da Previdência que atingem servidores públicos

CCJ do Senado aprova liberação de cassinos, bingos e jogo do bicho

Mais na Exame