Brasil

Bolsonaro diz que visita de Musk não é de negócios

Além de Bolsonaro, Musk esteve com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira

O Presidente Jair Bolsonaro e o bilionário Elon Musk se encontraram nesta sexta-feira, 20 (EVARISTO SA,ANGELA WEISS/AFP/Getty Images)

O Presidente Jair Bolsonaro e o bilionário Elon Musk se encontraram nesta sexta-feira, 20 (EVARISTO SA,ANGELA WEISS/AFP/Getty Images)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 20 de maio de 2022 às 16h10.

Última atualização em 20 de maio de 2022 às 18h25.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, ignorou os interesses empresariais do bilionário Elon Musk e afirmou nesta sexta-feira 20, após se encontrar com o dono da Tesla e da Starlink, que a visita do empresário é de cortesia, e não de negócios.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu aval à Starlink para operar satélites de órbita baixa no Brasil, mas a operação ainda não foi iniciada.

Além de Bolsonaro, Musk esteve com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Bolsonaro ainda renovou afagos ao bilionário. "O que mais nos chamou a atenção foi sua preocupação com a Amazônia de verdade", declarou o presidente, que chamou Musk de "mito da liberdade".

LEIA TAMBÉM: Musk e Bolsonaro fecham parceria para levar satélites para a Amazônia

"Tanto é que quando você comprou o Twitter muita gente aqui no Brasil foi como se fosse um grito de independência", acrescentou. "Nosso governo trabalhará para encarnar o seu espírito, da importância da liberdade de todos nós."

Simpatizante do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, Musk fechou um acordo para adquirir o Twitter em uma transação avaliada em US$ 44 bilhões. A operação, contudo, está suspensa. Musk já disse que reativará a conta de Trump no Twitter se obtiver o controle da plataforma.

Bolsonaro, que foi eleito com forte presença nas redes sociais em 2018, ainda disse que a "liberdade simbolizada pelo telefone celular" não pode ser calada e reiterou sua admiração pelo povo norte-americano. "Queremos democracia, queremos a liberdade, o respeito", ressaltou ainda o presidente.

(Estadão Conteúdo)

LEIA TAMBÉM:

Acompanhe tudo sobre:elon-muskJair BolsonaroSpaceX

Mais de Brasil

Cidade de São Paulo está em alerta para alagamentos nesta segunda-feira

Latam faz primeiro voo comercial à Base Aérea de Canoas, no RS

Praias particulares? CCJ do Senado discute proposta que pode "privatizar" áreas da marinha

Semana começa com chuva e frio em SP; veja a previsão do tempo para os próximos dias

Mais na Exame