Brasil

Base aérea de Canoas começa a receber voos comerciais nesta segunda

Base aérea da cidade funcionará como alternativa ao aeroporto da capital gaúcha, que não tem retorno de previsão

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou a utilização do aeroporto regional para voos comerciais de passageiros e cargas na semana passada (Greg Bajor/Getty Images)

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou a utilização do aeroporto regional para voos comerciais de passageiros e cargas na semana passada (Greg Bajor/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 25 de maio de 2024 às 15h38.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

Com o aeroporto de Porto Alegre alagado, a base aérea de Canoas (RS) começará a receber voos comerciais nesta segunda-feira. O terminal temporário instalado em um shopping na cidade fará os serviços de embarque e desembarque a partir desta segunda-feira.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou a utilização do aeroporto regional para voos comerciais de passageiros e cargas na semana passada.

A Fraport Brasil, responsável pela administração do aeroporto na capital gaúcha, fará as operações de embarque e desembarque no terminal de Canoas. O local temporário escolhido foi o ParkShopping Canoas, que fica a 4 km da base aérea da cidade.

Após passarem pelos procedimentos de embarque, os passageiros serão levados à base aérea com um ônibus da Fraport Brasil.

Segundo a empresa, o terminal temporário funcionará a partir das 6h e fecha conforme a programação de decolagem do último voo do dia.

A intenção é transformar a Base Aérea de Canoas em uma alternativa ao Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

O tráfego aéreo no Aeroporto Salgado Filho foi suspenso no dia 3 de maio pela Fraport e as atividades não devem retornar antes de setembro. A concessionária informa que o terminal continua interditado por tempo indeterminado — o pedido à Força Aérea Brasileira (FAB) é válido até 30 de maio e pode ser prorrogado.

A Anac aguardava a instalação de equipamentos de infraestrutura aeroportuária, como aparelhos de raio-x, para que a operação efetiva da base aérea de Canoas começasse.

“Foram instalados equipamentos de raio-X e pórticos detectores de metal, além de ETD (Explosive Detection Trace), para a inspeção de passageiros e bagagens de mão, supervisionado pela Polícia Federal, conforme exige a legislação aeroportuária”, diz a Fraport em nota.

Acompanhe tudo sobre:Enchentes no RSPorto AlegreAeroportos

Mais de Brasil

Governo anuncia investimentos em educação e saúde no Ceará

Ozempic falsificado? OMS alerta sobre venda de versões falsas do medicamento no Brasil

Quase 70% das micro e pequenas empresas do Brasil não tinham nenhum funcionário em 2022

Eleições municipais: Lula diz que vai fazer campanha contra 'adversários ideológicos'

Mais na Exame