4 propostas inusitadas do candidato Levy Fidélix

O aerotrem pode até aparecer na primeira página do plano de governo de Fidélix, mas confira outras propostas do plano de governo do candidato
 (Reprodução/YouTube)
(Reprodução/YouTube)
Por Amanda PrevidelliPublicado em 20/08/2012 12:36 | Última atualização em 07/02/2018 18:41Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo – Levy Fidélix ficou conhecido em São Paulo – e no Brasil – por sua defesa veemente do “aerotrem”, linhas de monotrilho que, segundo o candidato do PRTB, desafogariam o trânsito carregado da cidade.

Hoje, ele ainda brinca que parte do seu projeto já foi iniciado por gestões anteriores. Em São Paulo, há duas linhas de monotrilho em construção: Vila Prudente – São Matheus e São Judas – Morumbi. Confira outras propostas do presidente do PRTB para a cidade:

Deslocamento de rodoviárias e aeroportos

Para acabar com o que chama de “gargalos de engarrafamento”, Fidélix propõe retirar alguns dos pólos criadores de tráfego do centro de São Paulo. Por “pólos” entenda-se, mais especificamente: a rodoviária do Tietê, a CEAGESP e o aeroporto de Congonhas, os quais ele pretende levar para regiões mais periféricas “próximas ao Rodoanel”.

Táxi turístico

Segundo o plano de governo do candidato, as frotas de táxi em São Paulo serão ampliadas em 100%, com concessões para a criação de táxis turísticos, que poderão ter tarifas maiores.

Esses táxis deverão ser veículos maiores e com menos de 5 anos de uso e o condutor deverá ser “fluente em inglês e espanhol básicos e vestir uniforme”. A própria Prefeitura capacitaria esses condutores e custearia cursos de línguas. Os táxis comuns, por sua vez, receberiam um subsídio de pelo menos um tanque de gasolina/álcools de até 100 litros mensais.

“Placas inquebráveis”

Uma das promessas da campanha de Fidélix é a substituição de todas as placas de sinalização em São Paulo. Atualmente elas são de aço, mas o candidato pretende que elas sejam de “plástico inquebrável e iluminadas com um dispositivo de energia solar”.

Motomédicos

Uma das propostas que chamou atenção de quem assistiu ao primeiro debate televisionado entre os candidatos paulistanos foi a dos “motomédicos”. Segundo Fidélix, a Prefeitura vai contratar médicos e paramédicos que tenham capacidade e habilitação para dirigir motos – o que agilizaria o atendimento na residência dos paulistanos.

As motos seriam equipadas com instrumentos e aparatos médico-hospitalares. Segundo o plano de governo de Fidélix, motos também seriam utilizadas para entregar remédios de emergência nos domicílios.