EXAME Agro

Apoio:

Logo TIM__313x500

Exportações do agro brasileiro registram queda de 10,2% em maio

Recuo ocorreu em razão dos menores preços médios de exportação e da redução do volume global exportado, diz Mapa

César H. S. Rezende
César H. S. Rezende

Repórter de agro e macroeconomia

Publicado em 14 de junho de 2024 às 18h52.

Última atualização em 14 de junho de 2024 às 19h14.

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) informou nesta sexta-feira, 14, que as exportações do agronegócio brasileiro atingiram US$ 15,05 bilhões em maio, montante 10,2% abaixo do registrado no mesmo mês de 2023 – em termos absolutos, houve queda de US$ 1,71 bilhão nas vendas externas. De acordo com a pasta, o recuo ocorreu em razão dos menores preços médios de exportação e da redução do volume global embarcado.

O complexo sucroalcooleiro registrou alta anual de 15,3% no período, para US$ 1,43 bilhão, enquanto carnes e produtos florestais cresceram 2,0% e 25,5%, respectivamente, para US$ 2,13 bilhões e US$ 1,55 bilhão, nesta ordem.

Acumulado das exportações

No acumulado de 2024, os embarques brasileiros do agronegócio registraram queda de 0,2%, totalizando US$ 67,17 bilhões, devido à redução de 9,8% nos preços dos produtos exportados. O setor respondeu por 48,4% das exportações totais do país.

Nos últimos 12 meses, as exportações do agro nacional somaram US$ 166,38 bilhões, um aumento de 2,4% em relação ao período anterior de 12 meses, representando 48,5% do total exportado pelo Brasil no período.

Acompanhe tudo sobre:ExportaçõesAgronegócio

Mais de EXAME Agro

Exportações do agro paulista crescem 8,9% no primeiro semestre e seguram balança comercial de SP

Secretaria de Bioeconomia da Argentina voltará a se chamar Agricultura, Pecuária e Pesca

Batata-inglesa e leite longa vida puxam inflação em junho

Mais na Exame