Tecnologia

YouTube impulsiona Cyber Monday com ao vivo de vendas de PMEs

Vídeos ao vivo terão participação de mais de 120 pequenas e médias empresas; evento online tem apoio do movimento Black Money

YouTube: tendência de vendas em vídeos ao vivo ganha força em 2020 (Mateusz Slodkowski/SOPA Images/LightRocket via Getty Images/Getty Images)

YouTube: tendência de vendas em vídeos ao vivo ganha força em 2020 (Mateusz Slodkowski/SOPA Images/LightRocket via Getty Images/Getty Images)

Lucas Agrela

Lucas Agrela

Publicado em 28 de novembro de 2020 às 12h53.

As lives mudaram as vendas na Black Friday e a Cyber Monday também está na mira. Nesta segunda-feira (30), o YouTube terá vídeos ao vivo para impulsionar as vendas de pequenas e médias empresas na Cyber Monday. A transmissão acontecerá a partir das 17h e acontecerá tanto nos canais da PMEs quanto no canal do YouTube Brasil na plataforma de vídeos.

Quer saber como a inovação pode ajudar seu negócio? Faça o curso Inovação na Prática

O evento é a segunda edição do projeto “Na Vitrine”, dedicado a PMEs, e contará com mais de 120 participantes selecionados pelo YouTube. Todos serão divididos em categorias, como moda, alimentação, bebidas, beleza, tecnologia ou livros. Nas lives, as pequenas e médias empresas poderão interagir com consumidores em tempo real. “É um movimento de apoio a esse público, que tem a oportunidade de ampliar sua audiência e interagir com um novo público por meio dos nossos canais”, diz, em nota, Rodrigo Alarcon, gerente de marketing de produto do Google Brasil.

O modelo de vendas online em vídeos ao vivo ganhou força em 2020. A consultoria iiMedia estima que o faturamento global desse modelo de vendas será de 129 bilhões de dólares em neste ano, um crescimento de 111% em relação a 2019

Um levantamento feito pelo Google com 1 mil consumidores online no Brasil apontou interesse em um formato de comércio digital mais interativo. A pesquisa apontou que um a cada cinco os entrevistados já usaram algum mecanismo de comércio eletrônico interativo. Pouco mais de um quarto dos entrevistados disseram não conhecer o “live commerce”. No entanto, esse público manifestou interesse no formato de vendas interativas. 

O projeto de lives do YouTube neste ano tem o apoio do Movimento Black Money, plataforma on-line que permite a conexão entre empreendedores e consumidores negros, que fez a seleção de empreendedores negros que irão participar das lives. “Com o suporte do Movimento Black Money, acreditamos que conseguiremos ajudar as PMEs a explorar o universo dos vídeos online, fundamental para engajar com os clientes em períodos de sazonalidade, como Cyber Monday e Natal”, afirma Alarcon.

Acompanhe tudo sobre:VendasVídeosYouTube

Mais de Tecnologia

Na era do vício digital, a abstinência e a liberdade de 24 horas sem WhatsApp

Agora todos poderão ver o que você comenta em um story do Instagram; saiba como

Boeing Starliner tem retorno à Terra adiado pela segunda vez

Internet em qualquer lugar? Starlink, de Elon Musk, lança antena do tamanho de um laptop

Mais na Exame