Tecnologia

WikiLeaks cria loja de souvenirs na internet

Procurando formas de angariar fundos, o WikiLeaks inaugurou uma loja online com produtos que levam a marca do site e de seu criador, Julian Assange

A loja do Wikileaks vende de camisetas a sacolas e capas para laptops (Reprodução)

A loja do Wikileaks vende de camisetas a sacolas e capas para laptops (Reprodução)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de fevereiro de 2011 às 20h38.

São Paulo — Sob o lema “Mantenha-nos fortes”, a loja conta com uma série de camisetas, bolsas, bonés, botttons, gorros, capas para notebooks e até guarda-chuva. De acordo com depoimentos do próprio Assange, depois de pagar uma fiança de 200 mil libras, sua conta encontra-se no vermelho ultimamente.

Por outro lado, ele já vendeu os direitos de sua biografia por 1,2 bilhão de dólares. O livro, com o nome inicial de The Most Dangerous Man in the World (O Homem Mais Perigoso do Mundo), será publicado pela Melbourne Publishing ainda neste ano. Ele contará a vida de Assange desde a infância até os dias de hoje.

Acompanhe tudo sobre:e-commerceInternetWikiLeaks

Mais de Tecnologia

Mais 168 cidades podem ter internet 5G a partir de sexta-feira; veja a lista

Carros autônomos: os robotáxis começam a virar realidade para a Waymo, do Google

Empresa chinesa avança em tecnologia quântica com novo termômetro de óxido de rutênio

Vídeos curtos passam a ser a principal fonte de informação dos jovens, alerta relatório

Mais na Exame