Acompanhe:

A partir do início de 2024, a Uber oferecerá aos passageiros a opção de escolher os chamados táxis pretos como parte da expansão da empresa, cujo aplicativo passará a contar também com reservas de trens e aluguel de carros.
Londres foi um dos últimos grandes redutos na parceria com motoristas de táxi locais.

Acordos similares já foram fechados em Paris, Roma, Nova York e cidades em 33 países. A Uber se une a outras empresas de transporte, incluindo a startup israelense Gett e a alemã Freenow, que já oferecem táxis pretos sob demanda em Londres.

Os táxis pretos estão nas ruas de Londres desde, ao menos, o início do século 20, quando substituíram as carruagens puxadas a cavalo. Os motoristas são licenciados pelo corpo regulador Transport for London, que exige que exige a eles aprenderem a “Knowledge”, uma enciclopédia mental de cerca de 25 mil ruas e todos os pontos de referência num raio de mais de 9 km da Charing Cross, junção de três ruas no centro de Londres.

Frequentemente considerado um dos testes mais difíceis do mundo,leva normalmente leva de 3 a 4 anos. Enquanto isso, os motoristas do Uber dependem do GPS para se locomover.

A Uber tem uma história difícil em Londres. Os taxistas protestaram veementemente contra a presença do app na cidade por receio de perderem o sustento e por preocupação de que os motoristas do aplicativo não cumprissem padrões rígidos de segurança e supervisão.

A empresa já fez tentativas de recrutar estes taxistas no passado. Em 2016, a Uber deu a eles a opção de usar o aplicativo sem pagar comissão por 12 meses, oferta que posteriormente foi abandonada.

Enquanto a Uber brigava com os motoristas, também enfrentava um impasse com os reguladores da cidade. Em 2017, a Uber perdeu sua licença após o órgão regulador concluir que a empresa “não era apta e adequada”. Dois anos depois, perdeu novamente sua permissão. No ano passado, a companhia recebeu uma licença de 30 meses, aparentemente encerrando a disputa com o regulador.

A decisão da Uber foi criticada pela Licensed Taxi Drivers Association, entidade comercial que representa motoristas de táxi em Londres. Steve McNamara, secretário-geral da organização, disse que nenhum grupo comercial de táxis foi consultado antes do anúncio.

“Não temos interesse em manchar o nome do icônico e mundialmente famoso mercado de táxis pretos de Londres alinhando-os com a Uber, seu fraco histórico de segurança e tudo que vem com ela (a empresa)”, disse.

Mas alguns taxistas de Londres estão ansiosos para entrar no aplicativo, segundo a Uber.

Hameed Hameedi foi o primeiro taxista de Londres a se inscrever no Uber. “Muita coisa mudou desde que a Uber chegou a Londres”, disse ele em comunicado divulgado pela Uber. “Hoje em dia, mais passageiros do que nunca estão usando aplicativos, então a abertura da Uber para táxis pretos será uma enorme vantagem para o comércio.”

A Uber abriu o aplicativo para mais de 15.000 motoristas de taxi licenciados, que seriam adicionados aos mais de 100.000 motoristas já existentes no Reino Unido.

Os motoristas que se inscreverem vão receber uma viagem normal de táxi com destino e faixa tarifária definidos antecipadamente, e não terão que pagar comissão durante os primeiros seis meses.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
STF forma maioria para determinar repercussão geral em julgamento de vínculo entre Uber e motoristas
Brasil

STF forma maioria para determinar repercussão geral em julgamento de vínculo entre Uber e motoristas

Há 4 dias

Sem chatbot por aqui: apps de fotos estão atraindo investimentos milionários
Tecnologia

Sem chatbot por aqui: apps de fotos estão atraindo investimentos milionários

Há 4 dias

Projeto de lei quer proibir que motorista de aplicativo cobre passageiro pelo uso do ar-condicionado
Brasil

Projeto de lei quer proibir que motorista de aplicativo cobre passageiro pelo uso do ar-condicionado

Há 6 dias

STF começa hoje julgamento sobre vínculo empregatício entre Uber e motoristas
Brasil

STF começa hoje julgamento sobre vínculo empregatício entre Uber e motoristas

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais