Acompanhe:

Após um mês no ar, Trump deleta blog por 'falta de engajamento'

Assessor do ex-presidente disse ao Washington Post que republicano ficou "chateado" com poucos acessos e ridicularização do público

Modo escuro

Continua após a publicidade
Donald Trump: em blog, ex-presidente recebeu pouco mais de 212.000 engajamentos na primeira semana (Carlos Barria/Reuters)

Donald Trump: em blog, ex-presidente recebeu pouco mais de 212.000 engajamentos na primeira semana (Carlos Barria/Reuters)

L
Laura Pancini

Publicado em 3 de junho de 2021 às, 07h00.

Última atualização em 3 de junho de 2021 às, 08h39.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, supostamente ficou chateado que seu blog teve "pouco engajamento" e foi "amplamente ridicularizado pelo público". As informações são de um assessor do ex-presidente sob condição de anonimato ao The Washington Post.

Nesta quarta-feira, 2, Jason Miller, assessor sênior de Trump, disse à norte-americana CNBC que Trump havia fechado seu blog permanentemente.

O "From The Desk of Donald J. Trump" ("Da Mesa de Donald J. Trump", em português), foi lançado oficialmente menos de um mês atrás, no dia 5 de maio.

O conteúdo das postagens era semelhante ao de seu Twitter, rede social na qual o republicano foi suspenso após acusações de que suas publicações incitaram violência, mais especificamente que levaram a invasão ao Capitólio no dia 6 de janeiro, quando eleitores do republicano tentaram impedir a oficialização da vitória de Joe Biden.

Trump também foi banido do Facebook e ainda não foi autorizado a retornar a nenhuma das redes. Desde então, Trump vem afirmando que voltaria as redes sociais com sua própria plataforma.

Em entrevista feita para a Fox News na época, Miller afirmou que a rede social iria "redefinir o jogo, todos irão olhar para o que vai acontecer". Ainda segundo o conselheiro, a plataforma seria "grande" e com "dezenas de milhões de pessoas".

No entanto, de acordo com dados compilados pela BuzzSumo, empresa de análise de mídia, o blog de Trump recebeu pouco mais de 212.000 engajamentos em sua primeira semana no ar.

Em comparação com o tuíte mais famoso do republicano, no qual ele anunciou que havia testado positivo para covid-19 em outubro do ano passado, a diferença é imensa: foram 1,5 milhão de curtidas e 900.000 retuítes.

Miller afirmou na entrevista à CNBC que o blog "não voltará". "Foi apenas um auxílio para os esforços mais amplos que temos e nos quais estamos trabalhando", disse.

O antigo blog de Trump agora redireciona para uma página que solicita usuários a se inscreverem para "atualizações exclusivas" do ex-presidente.

  • Não perca as últimas tendências do mercado de tecnologia. Assine a EXAME.

Últimas Notícias

Ver mais
Dirigente do Fed reforça que não há pressa para reduzir juros nos EUA
Economia

Dirigente do Fed reforça que não há pressa para reduzir juros nos EUA

Há 3 horas

Câmara dos Representantes vai votar separadamente ajuda a Ucrânia e Israel
Mundo

Câmara dos Representantes vai votar separadamente ajuda a Ucrânia e Israel

Há 4 horas

Casal Biden publica declaração de renda, com receitas de R$ 3,2 milhões
Mundo

Casal Biden publica declaração de renda, com receitas de R$ 3,2 milhões

Há 4 horas

Câmara dos EUA intima X a prestar informações sobre STF em meio a embate entre Musk e Moraes
Mundo

Câmara dos EUA intima X a prestar informações sobre STF em meio a embate entre Musk e Moraes

Há 14 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais