Acompanhe:

Site brasileiro de crowdfunding capta R$ 4 milhões em 1 ano

Lançado em outubro de 2013, site Kickante já reúne mais de mil campanhas de financiamento coletivo no ar

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Kickante: lançado em outubro de 2013, site já contabiliza mais de mil campanhas de financiamento coletivo no ar
 (Kickante/Instagram)

Kickante: lançado em outubro de 2013, site já contabiliza mais de mil campanhas de financiamento coletivo no ar (Kickante/Instagram)

S
Saulo Pereira Guimarães

Publicado em 28 de janeiro de 2015 às, 05h00.

São Paulo - O Kickante, site brasileiro de crowdfunding, captou cerca de R$ 4 milhões de reais em um ano de funcionamento. Lançado em outubro de 2013, o site já colocou no ar mais de mil campanhas envolvendo os mais diversos temas. 

"Há projetos de diversos segmentos: ONGs, games, livros, música, startups. É bem democrático", afirmou em entrevista a EXAME.com Tahiana D'Egmont, chefe executiva do Kickante desde o começo do ano.

Um dos casos de sucesso do site é a empreendedora Bel Pesce. Cerca de 4 mil pessoas doaram um total de R$ 880 mil para financiar um tour de palestras dela.

Além de Bel, ONGs como Médicos Sem Fronteiras e Greenpeace já usaram com sucesso o Kickante para obter doações.

De acordo com Tahiana, o número de acessos e campanhas lançadas dobrou em relação ao mês anterior em outubro, novembro e dezembro do ano passado.

Isso mostra a força do crescimento do site, que se diferencia por seus recursos.

Recursos

Para quem faz a campanha, o Kickante oferece apoio de divulgação e planejamento.

Além disso, é possível classificar uma campanha como "flexível". Isso permite que o criador da campanha resgate o valor obtido por meio de doações mesmo sem bater a meta imaginada.

Concorrentes estrangeiros (como o Kickstarter e o Indiegogo) não oferecem essa opção.

Para quem quer doar, o site oferece alternativas interessantes - como programar uma contribuição automática mensal. "Para gente, quanto mais as campanhas captarem, melhor", afirmou Tahiana. 

Segundo ela, o site fica com 12% do dinheiro arrecadado pelas campanhas que hospeda. Esse dinheiro é a fonte de receitas do Kickante, que tem planos de crescer ainda mais em 2015.

"Já temos contratos assinados na França e nos Estados Unidos e devemos iniciar as operações nesses países em breve", afirmou Tahiana.

Últimas Notícias

Ver mais
Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA
Exame IN

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA

Há 10 horas

Brasil disputa com EUA na produção de algodão e aposta é na digitalização do setor
Um conteúdo Bússola

Brasil disputa com EUA na produção de algodão e aposta é na digitalização do setor

Há 10 horas

Pioneira em tecnologias para todo mundo ter uma loja online, curitibana Olist quer 'virar banco'
seloNegócios

Pioneira em tecnologias para todo mundo ter uma loja online, curitibana Olist quer 'virar banco'

Há 13 horas

Uma visão de IA mais madura deve dar o tom do Web Summit Rio em 2024
seloNegócios

Uma visão de IA mais madura deve dar o tom do Web Summit Rio em 2024

Há 14 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais