Tecnologia

O que a Microsoft tem a ver com carros autônomos

A empresa não vai investir nesse tipo de meio de transporte. Ainda assim, a criação de carros sem motoristas é a melhor coisa que aconteceu a ela

Carros autônomos: veículos não precisarão de motoristas para conduzir pessoas aos seus destinos (Volvo/Divulgação)

Carros autônomos: veículos não precisarão de motoristas para conduzir pessoas aos seus destinos (Volvo/Divulgação)

Lucas Agrela

Lucas Agrela

Publicado em 26 de outubro de 2016 às 11h45.

Carros autônomos: veículos não precisarão de motoristas para conduzir pessoas aos seus destinos

Carros autônomos: veículos não precisarão de motoristas para conduzir pessoas aos seus destinos (Volvo/Divulgação)

São Paulo – Quando o assunto é carros autônomos, muitos nomes vêm à memória: Apple, Ford, Google, Uber, entre outros. A Microsoft, entretanto, não está associada a esse novo tipo de meio de transporte – e não há planos para que isso aconteça.

Satya Nadella, CEO da Microsoft, informou que a empresa não vai entrar nesse mercado. Então, o que a criadora do Windows tem a ver com veículos autônomos?

Nadella explicou que as montadoras procuram parceiros que não irão competir com elas para hospedar seus aplicativos para carros. Com isso, muitas delas adotaram o Azure, o serviço de infraestrutura da Microsoft.

Daimler, BMW, Ford e Toyota estão entre os clientes da companhia que têm interesse em usar os serviços de inteligência artificial do Azure. A Renault-Nissan e a Uber também adotam a solução de nuvem da Microsoft.

"As montadoras procuram por um parceiro confiável que não irá competir com elas", declarou Nadella, na conferência WSJ D na noite da última segunda-feira (24), de acordo com o Business Insider. "Estou muito feliz em ver as empresas usando o Azure hoje. É a melhor coisa que aconteceu conosco."

Entre as concorrentes da Microsoft no segmento de hospedagem de aplicações estão companhias como a Amazon, que já anunciou iniciativas para melhorar os meios de transporte e têm uma livraria online com um importante serviço de entregas, e a IBM, que já usa sua plataforma de inteligência artificial, o IBM Watson, em um veículo em parceria com a Local Motors.

Acompanhe tudo sobre:CarrosMicrosoftSatya Nadella

Mais de Tecnologia

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Quatro operadoras da China se unem para oferecer roaming 5G entre redes

Colher elétrica promete 'temperar' alimento sem utilizar mais sal

Mais na Exame