Novo Beats Solo Pro chega ao Brasil por R$ 2.499

Fones de ouvido contam com cancelamento ativo de ruído e têm bateria que dura até 40 horas de uso

São Paulo – A Beats, empresa da Apple, lança no Brasil nesta semana os fones de ouvido da linha Beats Solo Pro, que sucedem o Solo3. Os aparelhos são os primeiros no formato chamado on-ear, que não cobrem totalmente as orelhas do usuário, a contar com cancelamento de ruído ativo. Quando ligado, microfones monitoram o som ambiente e geram uma frequência sonora que diminui a intensidade do som externo. Com isso, o usuário pode ouvir áudio sem precisar aumentar muito o volume dos fones.

Com preço sugerido de 2.499 reais, o Beats Solo Pro funciona tanto com smartphones com sistema Android quanto com iPhones, tablets ou computadores, desde que os dispositivos tenham conexão Bluetooth. Segundo a empresa, a autonomia de bateria é de 22 horas com uma única carga quanto o cancelamento de ruído estiver ligado. Com o recurso desativado, a duração de bateria sobe para 40 horas de uso.

O conector de energia mudou em relação à geração passada. Ele passou de um microUSB, usado em smartphones Android até 2018, para um Lightning, um conector proprietário da Apple também usado nos iPhones e iPads. O cabo de energia acompanha o Solo Pro na caixa.

Beats Solo Pro

 (Lucas Agrela/Site Exame)

Apesar de a Beats pertencer à Apple, a empresa não a vê como uma concorrente. Conhecida pelos seus fones de ouvido sem fio AirPods e AirPods Pro, a companhia julga que os produtos foram feitos para públicos diferentes. Além do formato, a tecnologia deles também é distinta. Os AirPods Pro, por exemplo, monitoram o ambiente para detecção de ruído, e posterior cancelamento, 200 vezes por segundo. O mesmo processo acontece 50 mil vezes por segundo no Solo Pro. Desde que foi lançada, a linha Solo vendeu mais de 30 milhões de unidades no mundo, segundo a própria empresa.

Os novos fones de ouvido da Beats chegam ao mercado brasileiro em seis cores diferentes. Os aparelhos rivalizam com outros fones de ouvido com cancelamento ativo de ruído, como é o caso do Sony WH-1000XM3, vendido por 1.650 reais.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.