Acompanhe:

Matador de Tesla? Conheça o sedã elétrico da Volkswagen que promete 700 km de autonomia

Na contramão do mercado, que eliminou os sedãs de suas principais linhas, a VW apresentou o mais novo membro da família ID com dimensões luxuosas

Modo escuro

Continua após a publicidade
O ID.7 é baseado no conceito ID Aero, que foi revelado no ano passado como um modelo destinado à produção na China (VW/Reprodução)

O ID.7 é baseado no conceito ID Aero, que foi revelado no ano passado como um modelo destinado à produção na China (VW/Reprodução)

Há um novo carro-chefe na linha dos elétricos da Volkswagen: o sedã ID.7, um sucessor espiritual do Passat. Uma aposta que tem características suficientes para colocar a fabricante de vez nas opções do consumidores ávidos por veículos elétricos mais robustos.

A favor da montadora alemã está a maior autonomia entre todos os seis modelos da família ID, com capacidade de rodar até 700 km com uma única carga.

Trata-se do carro mais eficiente lançado sobre a plataforma MEB, exclusiva para veículos elétricos e que também serve de base para a ID.Buzz, releitura elétrica da Kombi.

Algumas das maiores atualizações podem ser encontradas dentro do ID.7, onde a VW reimaginou seu design de cockpit para incluir um heads-up display de realidade aumentada. O cluster de medidores digitais está embutido no painel atrás do volante

O design do ID.7 não é bem uma novidade, já que a Volkswagen antecipou vários detalhes sobre ele na feira de tecnologia CES 2023, realizada em janeiro na cidade de Las Vegas (EUA) e o baseou no ID Aero, lançado na China.

Design atrativo

Se entrar no mercado para competir com o Tesla Model S, o ID.7 pode se destacar por ter elevado as características do Passat para um nível acima. Os faróis matriciais são estreitos e conectados por um filete de LED. As rodas aro 19 remetem às do Jetta GLI. A traseira fecha em linhas ao estilo cupê, com a coluna C estendida.

Nas dimensões, o sedã elétrico tem 4,96 m de comprimento, 1,86 m de largura e 2,96 m de distância entre-eixos. Pelas proporções, o ID.7 é equiparável ao Mercedes-Benz EQE.

O formato elegante do ID.7 foi projetado para reduzir o arrasto, melhorar o consumo de energia e dar ao veículo uma passada mais longa do que outros em sua classe.

A forma é única em outro aspecto importante: é um sedã. Enquanto a maioria das montadoras americanas eliminou os sedãs de sua linha em favor de picapes e SUVs mais pesados, as montadoras europeias e asiáticas continuam produzindo novas versões na esperança de conquistar clientes que ainda preferem um veículo menor.

ID.7 será produzido na Alemanha a partir de junho e deve chegar ao mercado europeu em meados de setembro. Em 2024, o sedã será distribuído em outros mercados, como o dos EUA, já como modelo 2025. Ainda não há previsão de lançamento para o Brasil.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Praia, cidade ou montanha: três carros ideias para a sua próxima viagem
Casual

Praia, cidade ou montanha: três carros ideias para a sua próxima viagem

Há um dia

Asfalto ou off road: confira três carros ideias para a sua próxima viagem
seloRevista Exame

Asfalto ou off road: confira três carros ideias para a sua próxima viagem

Há 4 dias

Como o Grupo Stellantis, dono de Fiat e Jeep, quadruplicou o volume de vendas digitais
seloRevista Exame

Como o Grupo Stellantis, dono de Fiat e Jeep, quadruplicou o volume de vendas digitais

Há 4 dias

Bolsas da Europa fecham em alta e índice Stoxx 600 tem máxima histórica; Mercedes acelera autos
seloMercados

Bolsas da Europa fecham em alta e índice Stoxx 600 tem máxima histórica; Mercedes acelera autos

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais