Tecnologia

Lemann e Dubugras discutem ecossistema de tecnologia em evento; acompanhe

Brasa Hacks, organizado pela rede de estudantes brasileiros no exterior Brasa, reúne lídres empresariais em evento digital

Jorge Paulo Lemann: aposta na corretora (Lucy Nicholson/Reuters)

Jorge Paulo Lemann: aposta na corretora (Lucy Nicholson/Reuters)

TL

Thiago Lavado

Publicado em 11 de agosto de 2020 às 12h24.

Última atualização em 11 de agosto de 2020 às 14h10.

A Brasa, rede que conecta estudantes brasileiros ao redor do mundo, realiza nesta terça-feira, 11, o Brasa Hacks, evento digital que segue até a próxima sexta-feira, com conferências e painéis com grandes líderes e empresários do país. Veja o vídeo no YouTube ao fim da matéria a partir das 14h.

A EXAME fará a transmissão e cobertura do evento no decorrer da semana. Nesta terça, Jorge Paulo Lemann, do fundo 3G Capital, e Henrique Dubugras, fundador da BREX, falam sobre o ecossistema de tecnologia no país.

Também acontece durante esse período a fase final de um hackathon, uma maratona de código e desenvolvimento, iniciado em março, em que os participantes resolvem problemas elaborados por grandes empresas brasileiras.

A Brasa nasceu em 2014, durante uma conferência da Universidade Harvard, em Cambridge, nos EUA, e atualmente conta com mais de 7.000 membros em 90 universidades ao redor do mundo. O objetivo é se tornar a rede de estudantes brasileiros no exterior referência.

A pandemia de coronavírus atrapalhou os planos de elaborar eventos presenciais para conectar estudantes e mentores, mas os eventos online foram a solução encontrada para contornar a situação. “Queremos inspirar os estudantes brasileiros, mas, com a pandemia, não conseguimos entregar isso presencialmente. Com os eventos online conseguimos não deixar a rede sem nenhum tipo de conteúdo inspiracional”, afirma Thiago Lee, diretor de conferências nas Américas da Brasa.

De acordo com Elene Marques, diretora de marketing na Brasa, a rede tem um programa de bolsas para estudar fora do país, mas também auxilia os estudantes e encontrarem estágios, iniciar carreiras e se conectar com mentores no Brasil. “As pessoas querem, sim, voltar para o Brasil e ter conexões para entender quais trajetórias podem seguir. Queremos conectar estudantes com líderes do mercado”, diz.

yt thumbnail

 

Acompanhe tudo sobre:EducaçãoEmpresasJorge Paulo LemannVídeosYouTube

Mais de Tecnologia

Empresa chinesa avança em tecnologia quântica com novo termômetro de óxido de rutênio

Vídeos curtos passam a ser a principal fonte de informação dos jovens, alerta relatório

69% dos brasileiros acreditam que seus aparelhos espionam suas conversas

Segurança em xeque: Microsoft prioriza lucro e deixa governo dos EUA vulnerável

Mais na Exame