Acompanhe:

iPhone X chega ao Brasil, mas interesse é pequeno

Resultado foi um lançamento mais tímido do que no resto do mundo - em alguns países, houve filas quilométricas

Modo escuro

Continua após a publicidade
Lançamento atraiu um pequeno grupo de pessoas à loja oficial da Apple, no Shopping Morumbi (Stephen Lam/Reuters)

Lançamento atraiu um pequeno grupo de pessoas à loja oficial da Apple, no Shopping Morumbi (Stephen Lam/Reuters)

M
Mariana Lima, do Estadão Conteúdo

Publicado em 9 de dezembro de 2017 às, 12h44.

São Paulo - O iPhone X, novo smartphone da Apple, chegou às lojas nesta sexta-feira, 8, mas só atraiu um pequeno grupo de pessoas à loja oficial da Apple, no Shopping Morumbi, em São Paulo. Alguns saíram cedo de casa para comprar o novo modelo de celular da Apple, que custa R$ 7 mil no País. O resultado foi um lançamento mais tímido do que no resto do mundo - em alguns países, houve filas quilométricas no primeiro dia de vendas.

O estudante Gabriel Manzolli, de 14 anos, chegou à porta da loja da Apple às 8h, e foi o primeiro da fila de seis pessoas que se formou no local. Ele, aliás, é "bicampeão" nesse quesito - no lançamento de 2016, ele também havia sido o primeiro a comprar o aparelho da marca no País. Nesta sexta, ele saiu cedo de Araraquara (SP) e veio acompanhado da avó e da tia.

"Eu sempre tive iPhone, mas esse celular é o mais bonito da marca até hoje", disse ao jornal O Estado de S. Paulo, ao elogiar a tela expandida "infinita" do aparelho. "Estou muito ansioso para testar as funcionalidades e mostrar para os meus amigos, que não devem ter um desses tão cedo."

https://platform.twitter.com/widgets.js

Interesse limitado

O segundo da fila foi o psicólogo Diego Mauerberg, 32 anos. Ele diz ter ficado desapontado com a quantidade de pessoas na frente da Apple antes do início das vendas. "Quando cheguei só havia um garoto. O pessoal da Apple até deixou a gente entrar para não ficar lá fora", diz.

No total, a quantidade de pessoas na fila para comprar o iPhone X na Apple Store de São Paulo foi similar ao número de pessoas que aguardavam na porta da loja em 3 de novembro, quando a Apple lançou o iPhone 8 e o iPhone 8 Plus no País.

Na ocasião, mais pessoas aguardavam na porta da loja para solicitar serviços de assistência técnica do que para comprar os novos smartphones lançados pela companhia.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Últimas Notícias

Ver mais
Apple deve lançar novos AirPods em 2024; veja o que se sabe até agora
Tecnologia

Apple deve lançar novos AirPods em 2024; veja o que se sabe até agora

Há 3 horas

Apple demite 600 pessoas na Califórnia após encerrar projeto de carros elétricos
Tecnologia

Apple demite 600 pessoas na Califórnia após encerrar projeto de carros elétricos

Há 3 dias

A nova grande aposta da Apple: desenvolver robôs domésticos
Tecnologia

A nova grande aposta da Apple: desenvolver robôs domésticos

Há 4 dias

Apple planeja revelar estratégia para Inteligência Artificial em junho durante conferência
Tecnologia

Apple planeja revelar estratégia para Inteligência Artificial em junho durante conferência

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais